Não é novidade que Natal está cheia de escritores, poetas e quadrinistas talentosos. Não necessariamente nascidos em terras potiguares, mas cuja obra se desenvolveu por esses lados. Alguns já publicados, outros ainda não, mas todos na atividade, compartilhando conosco sua arte.

Nesta postagem, fizemos uma seleção modesta de 8 artistas, entre escritores, poetas e quadrinistas. São pessoas de idades diferentes, estilos diferentes mas que têm coisas em comum: qualidade na obra, energia e publicações que chamam atenção.

1609708_775865319174416_8059360326611160612_n

Carito Cavalcanti

1. Carito Cavalcanti

Um poeta de pegadas & pegadinhas. Seu livro de poemas ”Atestado de Órbita” (que, inclusive, esgotou e será relançado pela Jovens Escribas no dia 12 de março), é de fazer morrer de rir. Carito é leve e preciso. Consegue extrair humor das situações mais inusitadas, além de dar graça ao amor, à arte e às percepções do dia-a-dia. Seu livro é cheio de poemas curtos geniais (tema de um próximo post aqui nesse blog), como ”meus melhores remédios têm / vide fábulas.” e ”quando a gente se junta/ a gente se janta/ dá um nós na garganta!”

2. Bárbara de Medeiros

Bárbara é bem novinha e é mais do que um simples ”prodígio”. Já publicou, aos 14 anos, um livro de drama psicológico chamado ”O escritor de sonhos”, que atualmente está esgotado. O livro fez bastante burburinho, acredito, por ser muito diferente do que se costuma ler em terras potiguares. Hoje com 17 anos, ela também escreve crônicas, contos e poemas, que estarão reunidos no seu novo livro, “Sindicato das Bailarinas Circenses”, que será lançado agora em fevereiro.

10521791_692155970880817_5819468943664035849_n

Carlos Fialho

 3. Carlos Fialho

Ele  já publicou um bocado de livros. Sua crônica é leve e divertida. Quando não divertida, no mínimo, bem humorada.

Fialho consegue falar sobre todo tipo de assunto – política, vida social, pessoas em geral – tão bem que faz com que o leitor queira ler seus livros inteiros de uma vez só.

Um dos livros que mais gosto dele é o ”Não basta ser playboy. Tem que ser DJ!” (incrível desde o título), uma reunião de crônicas do autor, mas outros que merecem destaque são o ”Uns contos de Natal”, que deve ter uma segunda edição em breve, é cheio de zumbis e tem 4 contos sobre Natal, passados em Natal, e o ”Mano celo”, que conta a história de um natalense riquinho que decide seguir carreira como rapper. O mais interessante desse último são os versos do tal personagens, que, de tão ruins, são imperdíveis.

10689666_797716840307914_6979282852958680364_n

Luiza de Souza

4. Luiza de Souza

Luiza é autora de um quadrinho sensacional: ”Contos rabiscados para corações maltrapilhos”. O roteiro é incrível, os desenhos também. É um quadrinho sobre amor de verdade, sem lero-lero. O leitor, aqui, tem acesso a tudo que convive todo santo dia. A diferença é que, na obra, tudo é mais bonito por causa do traço de Luiza e também pela sua capacidade louvável de construir uma boa história, sem pecar em excessos.

Ela também mantém uma página no Facebook, onde posta ilustrações e coisinhas sobre o quadrinho – tudo do bom e do melhor.

5. Ruy Rocha

Ruy publicou ”Poesia alguma” pela Jovens Escribas. Ele sempre está presente em festivais e saraus de poesia, e os poemas de seu livro nunca saem de moda. Ruy é um desses poetas de poucos poemas (pelo menos publicado), mas, já avisa seu poema Silêncio: ”O poema me escreveu/ Disse ele/ Que o silêncio/ É muito mais/ Do que eu”.

6. Gustavo Diógenes

Gustavo também pode ser muito facilmente confundido como ”o menino que escreveu aquele livro gigante, o tijolão”. É bem verdade. Seu primeiro livro, ”Acáci Mundo 17”, é uma das melhores (e mais extensas) publicações que se tem por aqui.

No Acáci, temos vários contos que se conectam de certa forma. Tudo muito mais que ficção científica, numa edição cuidadosa e bem sucedida.

10472734_4369028401369_8855305707806818956_n

Leonam Cunha

7. Leonam Cunha

Leonam brilhou desde seu primeiro livro de poemas: ”Gênese”. É um poeta de talento claro, que mostra, de cara, sua consciência estética e sua veia para a escrita ao mesmo tempo punk and romântica sobre tudo. Leonam está com seu novo livro, onde se apresenta ainda mais certeiro numa reunião poética de sete capítulos, intitulada “Dissonante”. Ambos os livros são publicações da editora Sarau das Letras.

8. Jarbas Martins

Famoso pelos haicais, seu livro ”44 haicais”, inclusive, é amor à primeira vista. Jarbas é muito antenado e seus poemas atingem o leitor como devem: rapidamente. Pra quem curte mais o haikai original (o haiku), não fique com pé atrás, Jarbas sabe o que faz.

9. Adélia Danielli

Ela publicou no livro ”Por cada uma”, e desde então tem feito todo mundo se apaixonar pelos seus poemas sensíveis e extremamente tocantes. Ela fala de lembranças, de saudades, de amor e também escreve poemas eróticos. Tudo incrivelmente bom.

10. Anna Zêpa

Potiguar, mora agora em São Paulo. Seu primeiro livro de poemas, ”Primeiro corte”, saiu pelo selo DoBurro e é um dos melhores livros de poemas curtos do Brasil. Alguns preferidos são ”intimidade/ é uma viagem/ pra poucos”, ”alguém/ me guarde/ por favor” e ”esperava ser assaltada/ pelo ladrão de dores/ em plena luz do dia”.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.