Arrow: do lúdico das HQ’s para a realidade da TV

Não há nada mais gratificante para os fãs de histórias em quadrinhos do que ver os seus heróis prediletos tomarem vida em outro formato de mídia, seja em animações, seja no cinema ou em séries, como é o atual caso de Arrow.

Arrow, série da Warner, é uma adaptação das histórias em quadrinhos do Arqueiro Verde, personagem fictício da DC Comics. Como o Batman, o Arqueiro é um bilionário que decide virar um super-herói  após uma tragédia em sua vida, combatendo o crime na sua cidade, mas sem fazer uso de poder algum, apenas com seu treinamento e sua tecnologia, porém no caso desse personagem, esta tecnologia está nas flechas que usa.

Arrow-arrow-cw-35030092-1280-720

Assim como nos gibis, o arqueiro da série é Oliver Queen (interpretado por Stephen Amell) herdeiro da bilionária família Queen, que durante muito tempo na sua vida se comporta de forma fútil e vazia, pensando apenas em festas e diversão, entretanto quando o mesmo se vê em apuros, passa a lutar pela sua sobrevivência.

O enredo da série se passa após a personagem principal, dado como morto há cinco anos devido a um naufrágio, ter sido encontrado em uma ilha. Porém, quando o mesmo retorna a sua cidade natal, Star City, após o seu exílio, o rico e mimado herdeiro do império Queen regressa com sede de vingança contra aqueles que usaram a cidade e a sua população como uma forma de enriquecer ilicitamente. Contudo, o aprendiz de herói irá descobrir que há muito o que ser desvendado por trás daqueles que saquearam a cidade e do acidente que sofrera no passado.

arrow 3

Entre o seu senso de vingança, a sua identidade secreta, a busca por redenção por um grave erro cometido no passado e uma promessa que fizera, Oliver Queen vai se transformando pouco a pouco no Arqueiro Verde, transmutando o que seria vingança em justiça e ao mesmo tempo interagindo com personagens conhecidos do Universo DC como Slade Wilson (o exterminador), a caçadora, Deadshot (o pistoleiro), entre outros.

Arrow já está na segunda temporada e a cada episódio mais do Universo DC é explorado, com suas personagens únicas, mas ao mesmo tempo mantendo uma linha verossímil no roteiro bastante admirável, pois o mesmo não se distancia das origens dos quadrinhos e também não perde o caráter realista, e em momento algum deixa o lúdico dos gibis fora de contexto.

arrow 2