“Born to Zine”: um debate político e cultural através do fanzine

Nesta quarta feira (25), o IFRN da Cidade Alta sediará o lançamento do fanzine “Born to Zine”. O evento tem início a partir das 18h, e a abertura ficará por conta da banda Mahmed. Após o show, uma mesa-redonda irá discutir sobre a produção de fanzines na cidade de Natal. A entrada no evento é gratuita e a produção executiva fica por conta do Coletivo Rebú.

born to zine

O “Born to Zine” é uma mídia independente que traz debates políticos e culturais, utilizando o fanzine como meio de difusão dessas informações. A forma de adquirir o fanzine é simples e bem interessante, você paga o que puder ou o que acha justo. Toda a quantia arrecadada com as vendas será utilizada para confeccionar as próximas edições.

A mesa-redonda será composta pelo Professor Alexandre Alves, que escreveu e editou os fanzines “Automatic!” (1995 a 1998), “Barulhoscopio”(entre 2006 e 2008); Pablo Capistrano, que foi membro do Sótão 277, e durante metade dos anos 90, publicou os zines “Tempestade e Ímpeto”, “Peru Frio e Papai”, “Estamos Vivos!”; Leandro Menezes, membro do fanzine lado [R] nos anos 2000; e Regina Azevedo, que é organizadora do fanzine “Iapois Poesia”, lançado em 2015, além de coordenadora do projeto de zines do blog O CHAPLIN; e o organizador e idealizador do evento, Shilton Roque, vocalista da banda Born to Freedom.