Curtindo o feriado de 7 de setembro ao som do Jay Vaquer

Jay Vaquer é um cantor carioca, filho de um ex-parceiro de Rual Seixas e da cantora paraense Jane Duboc. Começou a ficar famoso quando as suas músicas, no início dos anos 2000, começaram a tocar na MTV. Quem nunca cantou “Cotidiano de um Casal Feliz”, “A Miragem” ou “Pode Agradecer”?

Mais de 15 anos depois, ele finalmente toca em Natal. Aconteceu na madrugada dessa segunda-feira, sete de setembro, dia em que as pessoas deveriam comemorar a Independência do Brasil.

Estava marcado para acontecer às 21h, no Ateliê Bar. Eu não me preocupei em jantar num local perto e chegar às 21h30, pois achava que a banda já estava começando a sua apresentação. Mas não foi bem isso que aconteceu, os shows atrasaram umas duas horas.

Quando cheguei, o clima estava tranquilo, parecia um dia normal no Ateliê. Só pelo fato que as pessoas estavam realmente ansiosas pelo show de Vaquer, pois era a primeira vez que pisava em solo natalense. Devido à falta de divulgação, o público temia que o show não agradasse.

O show do Plutão Já Foi Planeta, uma das atrações do MADA, começou por volta das 23h. A banda apresentou as músicas do álbum “Daqui Pra Lá”, que lhes ajudaram a ter fama e reconhecimento na capital potiguar no ano passado. Quem foi apenas para ver Vaquer, acabou tendo a oportunidade de conhecer um grupo bacana da cidade.

Por que digo isso? Quando a vocalista Natália Noronha fez a propaganda do perfil do Spotify, um grupo de pessoas que estavam do meu lado rapidamente começou a segui-los. Isto foi muito bacana.

Após encerrar com “Você Não é Mais Planeta”, eles anunciaram o show de Jay Vaquer, fazendo com que as pessoas começassem a gritar e aplaudir feitos uns loucos. Enquanto a montagem do som e afinação da banda de Vaquer rolava, o Ateliê tocou a discografia toda do Paralamas do Sucesso.

Banda Plutão Já Foi Planeta abriu para Jay Vaquer
Banda Plutão Já Foi Planeta abriu show de Jay Vaquer

Finalmente, Jay Vaquer aparece e começa a cantar “Longe Aqui”, fazendo com que as pessoas enlouquecessem e cantassem juntos. O conhecido lado performático do cantor fez com que os presentes vibrassem. Isto deixou o cantor bastante impressionado, pois não esperava que tivesse tanta repercussão na cidade.

De acordo com um fã clube que estava do meu lado, antes de Natal, o artista se apresentou em Recife e Fortaleza, todos os ingressos esgotaram, com exceção de Natal. “Esta noite, véspera de feriado, com pouca divulgação, mostra que é possível fazer um show em Natal. Vamos voltar mais vezes para cá”, afirmou repetidas vezes durante a apresentação.

Vaquer é conhecido por chamar os fãs de “mundiça” e relembrou que este termo é bastante comum em dizer na capital. A apresentação faz parte da turnê da “Porradaria Frenética”, que é a forma que o Jay apelidou suas apresentações sem o perfil acústico. No ano passado, ele se afastou dos palcos para apresentação da peça “Cinza”.

A maioria das músicas do setlist faziam parte dos álbuns “Formidável Mundo Cão” e “Umbigobunker1”. Entretanto, ele conseguia soltar um improviso daquelas músicas que não faziam parte do repertório para a alegria da galera.

Jay Vaquer animou a véspera de feriado em Natal
Jay Vaquer animou a véspera de feriado em Natal

Foi um show energético e não decepcionou quem pagou R$ 25 para andar no domingo à noite na Rua Chile, apesar de que senti falta de algumas músicas.  Após o final da apresentação, ele recebeu fãs e admiradores dentro do Centro Cultural Dosol.