O odiado amado game

Flappy Bird: uma estrela decadente

O odiado amado game
O odiado amado game

A evolução dos games mostrou que a tendência sempre foi de melhorias gráficas, crescimento do lore (jeito chique de dizer história) e todo o seu enredo. Certo? Ledo engano. Os jogos que fazem maior sucesso são aqueles que são casuais, com gráficos bonitos ou não. O papo de que 16 bits foi muito bom “naquela época” já não é mais tão real, a história é diferente. Gráficos de 8 e 16 bits existem aos montes nos games, principalmente nos de celular; alguns smartphones possuem tanta velocidade de processamento que acabam batendo nossos velhos amigos consoles, outros celulares nem tanto. As produtoras de games começaram então a desenvolver games que fossem o meio termo, que fosse bonitos e que funcionasse nos mais diversos tipos de celulares disponíveis no mercado.

O seu primeiro ódio
O seu primeiro ódio

Você já ouviu falar em Flappy Bird? Se já, está querendo jogar o seu celular na parede com toda a sua força, se não, está se perguntando o que raios é isso. Flappy Bird é um jogo casual para smartphones que leva o jogador a controlar um pássaro e passar por canos (sim, são os canos do Mario Bros) sem que você toque neles ou caia no chão. O jogo parece bobo (realmente ele é muito bobo), mas é extremamente viciante. Parece ser algo real, fácil, super simples de se conseguir um monte de canos – só que não! Aí você descobre que é um completo idiota e que você é um incompetente em jogar um jogo inútil que consiste em manter um pássaro voando entre canos. Isso acontece no mundo dos games, acredite. O número de vídeos na internet sobre este game é infindável, gente jogando, gente jogando o celular, gente celebrando por conseguir bater o seu recorde anterior.

Tudo que é bom dura pouco, o game foi retirado do ar no dia 9 de Fevereiro, segundo o Twitter de seu criador vietnamita Dong Nguyen, devido ao assédio que estava recebendo e também pelo jogo ser muito viciante, quando a ideia era que as pessoas passassem apenas alguns minutos jogando e não horas.

Verdade seja dita: o game é muito simples, bobo e criativo. Essa combinação permitiu que milhares de usuários no mundo inteiro se apaixonassem pelo pequeno pássaro. Descanse em paz, muchacho!

Não existe uma relação direta entre as duas partes, contudo, Angry Birds e Flappy Bird são irmãos bem próximos nos quesitos de elementos que são utilizados nos games. Ambos têm como protagonistas pássaros, um cenário bastante colorido, objetos para você desviar ou destruir, e um sucesso inegável nos smartphones, principalmente.

Ah, antes que eu me esqueça, se você quer experimentar o game, segue link para duas versões, por favor, não culpe O Chaplin por você destruir o seu teclado ou mouse, leve o game na esportiva, ok? Boa jogatina!

Clique aqui ou aqui para jogar.