Estreou na última terça-feira (26), a nova série documental da Netflix: Chelsea Does. Sob o comando da engraçadíssima Chelsea Handler (Chelsea Lately), o programa se propõe a explorar temas como casamento, racismo, tecnologia e drogas, mas sem perder sua irreverência e sarcasmo cômico.

Os quatro episódios possuem aproximadamente 60 minutos e são conduzidos a partir de diferentes abordagens dos assuntos. Todos seguem um formato constituído por mesas redondas, sessões com psiquiatra, entrevistas com especialistas e transeuntes, viagens e experimentos para lá de interessantes.

Antes de mais nada, saiba que a série sugere debater as questões pelo viés da apresentadora, assim, para aqueles não familiarizados com seu “jeito de ser”, pode haver um certo desconforto em face a sua sinceridade e seu modo abrupto de se expressar (a gata divide opiniões!).

Chelsea Does Marriage

maxresdefault (2)

Em Chelsea Does Marriage, Chelsea pergunta a um grupo de crianças o que elas sabem sobre o aplicativo Tinder (“Vocês sabem o que é Tinder?”) e daí começa sua jornada sobre o mito do casamento. Durante o episódio, há várias discussões com sua família e amigos (como Jason Biggs e Mary McCormack), além de entrevistas com pessoas responsáveis por organizar casamentos, sadomasoquistas, conselheiros amorosos e até casamenteiros (matchmakers). Uma verdadeira reflexão sobre como nossas perspectivas sobre algo mudam ao longo da vida.

Chelsea Does Silicon Valley

maxresdefault (1)

No episódio Chelsea Does Silicon Valley, Chelsea enfrenta seus próprios problemas através da tecnologia e para isso viaja até o Vale do Silício na tentativa de lançar seu próprio aplicativo de celular, Gotta Go (Preciso Ir). Discussões sobre o papel da tecnologia na vida das pessoas são tratadas por ela e seus amigos, entre eles Khloé Kardashian. Chelsea também se encontra com o CEO da Netflix para aprender mais sobre a empresa, colar pôster seus, além de fazer aulas de programação com crianças. Estaríamos nós mais concentrados em likes do que experiências de verdade?

Chelsea Does Racism

maxresdefault (3)

Em Chelsea Does Racism, Chelsea estabelece um diálogo sobre os limites do humor, tornando-se o mais problemático dos episódios. A apresentadora visita vários bairros de Los Angeles (acompanhada por Loni Love, The Real) para entender como as pessoas se sentem frente aos estereótipos socioeconômicos instaurados. Viaja até Israel para debater questões raciais e religiosas. De volta aos Estados Unidos, visita uma antiga plantação sulista e conversa com Al Sharpton, pastor e ativista dos direitos civis. O ponto máximo se dá no encontro da apresentadora com vários representantes de organizações de direitos civis, onde ficam claras suas opiniões sobre o que é permitido na comédia.

Chelsea Does Drugs

maxresdefault (4)

No quarto e último episódio, Chelsea Does Drugs, Chelsea se encontra com amigos para um jantar em que todos os pratos são acrescidos de maconha. Entrevista ex-viciados sobre suas experiências, além de demonstrar os efeitos do uso de sedativos com álcool e por fim, vai ao Peru para tomar o misterioso ayahuasca, um chá alucinógeno conhecido no Brasil por santo-daime.

Alerta Gossip Girl: como o contrato da comediante com a E! Entertainment Television encerrou no final de 2014, acredita-se que há muito mais por vir dessa parceria com a Netflix. xoxo

Deixe um comentário

Your email address will not be published.