Até a apresentação do Academy Awards, que acontece no dia 02 de março, O Chaplin comentará sobre cada categoria da premiação. Nós conhecemos os candidatos ao Oscar na última quinta-feira (16). Na disputa da “Melhor Canção Original” concorrem artistas conhecidos e prestigiados, como Pharrell Williams, Bono Vox e Karen O, da banda “Yeah, Yeah, Yeahs”, e também tem algumas surpresas. A equipe escutou as canções indicadas e a ficha técnica delas pode ser vista a seguir:

pharrel_williams

Pharrel Williams, um dos interprete de canção original indicadas ao prêmio da Academia deste ano

Let It Go – Frozen

Compositores (Letra e Música): Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez

Talvez não ganhe o prêmio da academia, mas vai ser uma canção bastante lembrada e já tem um grande retorno comercial. Na listagem das 100 melhores da Billboard, está na 25ª colocação. A trilha sonora do filme é disco de ouro e o mais vendido nos Estados Unidos, deixando o novo trabalho da Beyoncé na segunda colocação. Tem a versão cantada pela dubladora original da personagem, Idina Menzel, e outra com a cantora Demi Lovato (versão “oficial”, disponível para as rádios). Há muito tempo que a Disney não fazia uma trilha que tivesse esse impacto, visto em filmes como “O Rei Leão”, “Tarzan” e “A Pequena Sereia”. A canção traz um resumo sobre a personagem principal, Elsa, que foge de seu reino devido os seus poderes mágicos causarem problemas. Uma música com aqueles elementos da Disney, refrão fácil de decorar e arranjo bem orquestrado.

Sobre os compositores, o casal Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez já trabalharam em trilhas sonoras de outras produções da Disney, musicais e programas de televisão. Um dos trabalhos notórios de Kristen foi a trilha da edição de 2011 do filme “Ursinho Pooh” e do musical do “Procurando Nemo”. Robert, por sua vez, foi criador dos musicais Avenue Q e escreveu músicas para o seriado “Scrubs” e o desenho “Phineaus e Ferb”. Além disso, Robert Lopez venceu três vezes o “Tony Awards”, considerado o Oscar do teatro estadunidense.

frozen

Idina Menzel, Demi Lovato, a rainha Elsa e o casal Kristen e Robert Lopes

Ordinary Love – Mandela: A Long Walk to Freedom

Compositores: Paul Hewson (Bono Vox)
Música: Paul Hewson, Dave Evans, Adam Clayton e Larry Mullen.

Canção foi feita para homenagear o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, falecido no ano passado. Os membros da banda irlandesa U2 eram amigos do político. Mandela lutou pelo fim da política de segregação racial de seu país e chegou a ficar preso por quase 30 anos. O clipe possui mais de cinco milhões de visualizações pelo canal Vevo. É uma homenagem à altura e sem perder o estilo da banda irlandesa. Além disso, o videoclipe da música, dirigido pela dupla Oliver Jeffers e Mac Premo (na verdade é um lyric vídeo), mostra a partir de poucos elementos a importância de Nelson Mandela no âmbito mundial. Ganhou o Globo de Ouro desse ano por esta categoria.

mandela

Líder político Nelson Mandela, cartaz do filme e U2

Happy – Meu Malvado Favorito 2

Compositor e Intérprete: Pharrell Williams

Está na primeira colocação da parada da Billboard na Inglaterra e 56ª nos Estados Unidos, a canção é dançante, tem uma pegada eletrônica com soul e funk. O clipe, com mais de 28 milhões de visualizações, exibe Pharrel Williams dançando e sendo feliz em diversos lugares. Ao mesmo tempo, aparecem cenas de diversas pessoas fazendo o mesmo. No clipe oficial tem a participação de Steve Carell (dublador original do “Gru”, personagem principal do filme), Minions e outros artistas, como Magic Johnson, Miranda Cosgrove e Kelly Osbourne. Ainda que não leve para casa a estatueta do Oscar, podemos dizer que Pharrell, que produziu e fez parcerias com diversos artistas, emplacou mais um sucesso na sua extensa carreira.

meu malvado favorito 2

Pharrell Williams, cena do filme “Meu Malvado Favorito” e imagem do clipe “Happy”

The Moon Song – Ela

Compositores: Karen O e Spike Jonze
Música: Karen O

Você não esperaria que a vocalista do Yeah Yeah Yeahs cantasse uma música com uma voz suave e parecendo a Mallu Magalhães no início da carreira, pois a The Moon Song, composta por ela e por Spike Jonze (diretor do filme Ela), mostra Karen O com uma voz suave, quase sussurrando, ingênua e numa pegada bem folk. Tanto a melodia quanto a letra são bonitas e românticas. Podem ser vistos diversos covers da canção na internet. A parceria de Karen e Jonze na trilha sonora não é de agora. A cantora fez toda a trilha sonora do filme “Onde Vivem os Monstros” com a banda Karen O and The Kids. Em 2012, ela gravou uma canção para o filme “Frankweenie”, do diretor Tim Burton.

her

Cantora Karen O, cena do filme “Ela” e diretor Spike Jonze

Alone Yet Not Alone – Alone Yet Not Alone

Música: Bruce Broughton
Letra: Dennis Spiegel
Intérprete: Joni Eareckson Tada

Muitos pensavam que um dos indicados pela Academia seria a canção “Atlas” (Jogos Vorazes) ou “Sweeter than Fiction” (One Chance). Surpresa entre os indicados do Oscar, a canção, que é um hino de louvor, basicamente, mostra uma pessoa que se sente sozinha vagando no mundo, mas não se sente dentro de uma solidão, uma vez que Deus está com ela. O filme é desconhecido, porque foi exibido em nove cidades dos Estados Unidos e é voltado para o público cristão. Apesar do anonimato do longa metragem, Bruce Broughton é um conhecido compositor de trilha sonora. Já foi nomeado pela Academia em 1986, graças ao filme Silverado. Também recebeu nove Emmys. A sinopse do filme conta sobre duas irmãs que foram sequestradas por índios americanos, que forçam as meninas a se adaptarem à cultura nativa. Entretanto, elas usam a fé para superar as dificuldades.

Alone-yet-not-alone-christian-film-movie-dvd

Cena do filme “Alone Yet Not Alone”

2 Responses

Deixe um comentário

Your email address will not be published.