Dia do orgulho Nerd: o que é “ser nerd” pra você?

Hoje é o dia da toalha, sabe o que é isso? Não? E o Dia do Orgulho Nerd? Também não? Hoje é dia 25 de maio e é conhecido por ser o Dia do Orgulho Nerd/Geek, dia em que as pessoas podem se orgulhar por gostarem de fazer coisas legais  que os demais podem recriminar e enxergar como algo esquisito, algumas vezes.

Como o texto do nosso colaborador Myqueas bem explicou a origem do Dia do Nerd, nós d’O CHAPLIN entrevistamos três pessoas que se consideram nerds para que elas descrevessem seu sentimento sobre o que é  significa ser nerd para eles. Confira:

Felipe Magno, 26 anos, estudante de mestrado em Engenharia Mecânica:

Para mim não é uma questão de “ser legal”, apenas sou eu mesmo, sou assim. Nerds têm um gosto similar parte de um nicho, geralmente envolvendo inovações, ciências, curiosidades. Gostamos dessa cultura à qual fazemos parte, não fazemos isso para ser legal, simplesmente gostamos disso.

Enildo Fernandes, 29 anos, jornalista:

Ser nerd é se divertir com conhecimento. Colecionar o conhecimento. Manter a criança dentro de você sempre. Ao mesmo tempo a curiosidade que possuía de criança de sempre se perguntar e aprender com o mundo à sua volta e ao mesmo tempo se divertir com esse novo conhecimento.

Em uma definição mais metafórica seria isso. Na prática, seria alguém que tem afinidades com ciência e tecnologia, seja por usá-la ou conhecê-la ao mesmo tempo que gosta de coisas como sci-fi (ficção científica), que derivado do gosto da ciência e tecnologia. Essas seriam as definições metafóricas e reais objetivas que acho que pode se descrever o que é ser nerd.

No meu aspecto percebo que não quis ser nerd, eu nasci ou me tornei, saber o porquê já é um mistério que como nerd e quem gosta de ciência não tem como dizer de forma precisa. E essa lacuna é justamente algo que atiça essas variáveis do que é ser nerd.

Igor Cavalcante, 28 anos, advogado:

Nerd é decorrente de uma expressão usada na década de 1950 para os representantes de um Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Nortel, uma companhia de eletricidade do Canadá, e era designado para aqueles pesquisadores que trabalhavam no laboratório de tecnologia, e que passavam as noites em claro fazendo suas pesquisas. Nos idos de 1960 este termo começou a ser utilizando se referindo principalmente aos físicos e aos intelectuais. Passando a ser usado como uma pessoa muito dedicada aos estudos, que exerce atividades intelectuais muitas vezes inadequadas para sua idade. O dito, nerd, é muitas vezes um solitário que se dedica a um hobby antissocial, podendo ter dificuldades em se integrar com um grupo, porque geralmente é também bastante tímido.

Em casos menos frequentes, a palavra nerd é usada como gíria para descrever uma pessoa irritante, impopular ou fisicamente pouco atraente.