Manoca-Barreto-DV

O professor Manoca Barreto, falecido no ano passado, dá nome ao Festival

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) a partir desta quarta-feira (12) até a sexta-feira (14) desta semana, realiza o I Festival de Jazz Manoca Barreto, em homenagem ao professor falecido ano passado, Manoca Barreto. O evento irá promover shows e workshop com os músicos convidados: Heleno Feitosa “Costinha”, Léo Meira, Helinho Medeiros, Ledo Ivo e Gledson Meira.

Durante o festival, haverá o lançamento dos CDs “Duas Palhetas” (Heleno Feitosa), “Tem um Candango lá em Casa” (Anderson Pessoa) e “Radegundis Tavares” (Eduardo Taufic Trio), com a participação dos grupos Eduardo Taufic Trio e Big Band Jerimum Jazz. Os shows serão gratuitos e acontecem nos três dias de festival, a partir das 20h.

cartaz-festival

Àqueles interessados que pretendem participar do workshop, deverão comparecer na EMUFRN na quinta-feira, 13, às 15h. Todos os eventos serão realizados no Auditório Onofre Lopes. Mais informações, visite o blog do evento, aqui.

Mestre de uma geração de músicos potiguares

Manoca Barreto foi professor de violão da Escola de Música da UFRN, Mestre em Música pela Unicamp, onde desenvolveu pesquisas sobre ensino da guitarra no Brasil. Além disso era compositor e guitarrista muito respeitado e admirado por alunos, músicos e pelo público em geral. Oriundo de uma família de músicos, em sua carreira, Manoca tocou com Leila Pinheiro, Toninho Horta, Carlos Malta entre outros artistas de destaque no cenário nacional, além dos trabalhos nas bandas Trio Al-Mustafa, BeePop e Quartetoque. Manoca participava de projetos musicais variados e era considerado um dos maiores instrumentistas do Rio Grande do Norte. Em 2013, foi indicado ao prêmio Hangar de melhor instrumentista e melhor CD, por “O Som que Vem”.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.