"Rap God" é indicado na categoria "Melhor Direção de Arte"

“Rap God” é indicado na categoria “Melhor Direção de Arte”

Após ter falado dos candidatos para melhor direção de fotografia e coreografia, esta semana vamos falar do restante das categorias técnicas do Video Music Awards (VMA), premiação criada pela MTV com a finalidade de prestigiar os artistas da cultura pop, hip-hop e rock. O VMA foi criado em 1984 e esta é a sua 31ª edição.

Como foi falado no texto anterior, os quesitos que fazem parte são: direção de fotografia, coreografia, direção de arte, direção de clipe, edição e efeitos especiais. Vale salientar que o público não vota nestas indicações.


Sobre o VMA 2014:


Direção de videoclipe

Quem são os concorrentes de melhor direção do VMA? A primeira diretora que vamos falar é Melina Matsoukas, graduada na American Film Institute e Universidade de Nova Iorque. Começou o seu trabalho na produtora Black Dog e ganhou um Grammy com “We Found Love”, de Rihanna.

No VMA, ela foi indicada pela direção de “Pretty Hurts”, da cantora Beyoncé, que já realizou parcerias com ela em “Diva” e “Sweet Dreams”.

A dupla Daniels dirigiu "Turn Down for What"

A dupla Daniels dirigiu “Turn Down for What”

Os Daniels é formado pela dupla de diretores Daniel Kwan e Daniel Scheinert e são conhecidos por criar produções considerados surreais. Eles foram nomeados por “Turn Down for What“, do DJ Snake em parceria com Lil Jon; a sinopse mostra um homem que é movido por uma dança e faz com que outras pessoas repitam o seu comportamento. Os acontecimentos estão sincronizados com a música.

De acordo com os garotos, em entrevista pela revista Vice, a intenção com esta produção é explorar a sexualidade masculina de uma forma estranha.

Rich Lee comandou a gravação de “The Monster”, dos artistas Eminem e Rihanna. Não é a primeira vez que ele trabalha com o rapper. Começou a sua carreira como programador de computação gráfica de longas e, em seguida, virou editor. Ele já dirigiu Maroon 5,  The Black Eyed Peas, Norah Jones, Michael Bublé e The All-American Rejects.

wrecking ball

Cena do clipe “Wrecking Ball”, de Miley Cyrus

O “Wrecking Ball” pode ganhar o troféu de melhor direção graças a Terry Richardson. Fotógrafo de moda que produziu diversas fotos para marcas famosas, como Sisley, Hugo Boss, Gucci, Levi’s, além de ter realizado ensaios para revistas. Essa parceria de Miley Cyrus com Richardson veio a partir de uma sessão de fotos com ela usando roupas curtíssimas e fazendo poses estranhas.

A banda Ok Go ficou conhecido pela criatividade. “Here It Goes Again”, vídeo que lhes levou à fama, mostra os integrantes fazendo diversas coreografias com uma esteira de ginástica. Neste ano, eles foram nomeados por um outro vídeo, “The Writing’s on the Wall” em que mostra várias ilusões de ótica ao mesmo tempo e possui quase 10 milhoes de visualizações no You Tube. A direção ficou por conta de Aaron Duffy, Damian Kulash (vocalista do grupo) e Bob Partington.

Direção de Arte

O diretor de arte é aquele responsável pela parte visual. Explicando melhor, ele é quem orienta quais serão os objetos, figurinos, maquiagem e cenários utilizados.

O grupo canadense Arcade Fire foi nomeado numa outra categoria técnica, com “Reflektor”. O enredo conta sobre um casal fugindo para o meio da floresta em um caminhão com os membros da banda (usando cabeções) e no caminho aparece coisas surreais, como um homem montado com pedaços de espelhos. Durante o percurso várias coisas diferentes acontece com os fugitivos.

A parte artística foi de autoria da canadense Anastasia Massaro, que foi diretora de arte do filme “O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus”, na qual recebeu uma nomeação no Oscar e Bafta.

Clipe "Fancy", de Iggy Azalea, indicado na categoria "Melhor Direção de Arte"

Clipe “Fancy”, de Iggy Azalea, indicado na categoria “Melhor Direção de Arte”

A cenografia e figurinos dos personagens de “Turn Down for What”, de Lil Jon e DJ Snake, ajudaram a compor o lado maluco do clipe. A direção de arte ficou na responsabilidade de Jason Kisvarday, que já participou de vídeos do Gym Class Heroes, Paramore, The Killers, Foster the People e Placebo.

Rap God”, de Eminem, é outro indicado e a composição artística, deixando com um ar de futurista, foi feita por Alex Pacion, que atuou com o rapper em “Survival”. Pacion também participou da montagem de “Boyfriend”, de Justin Bieber, e “Dilemma”, de Nelly e Kelly Roland.

O “Fancy“, de Iggy Azalea, também pode ganhar o astronauta de prata do VMA. Inspirado no filme “As Patricinhas de Beverly Hills”, a direção de arte foi de responsabilidade de David Courtemarche. Conhecido pela direção artística de “Poker Face”, da Lady Gaga, e “Sweet Escape”, de Gwen Stefani.

E, finalmente, o quinto indicado para melhor direção de arte é o bizarro “Tamale”, do rapper Tyler The Creator, o diretor de arte que conseguiu colocar várias coisas malucas em um mesmo clipe foi Tom Lisowski.

Edição e Efeitos Especiais

A próxima categoria técnica é a edição. “Pretty Hurts” de Beyoncé está na lista por causa de Jeff Selis, que foi responsável por editar “We Found Love” de Rihanna.

Rap God” de Eminem é outro provável ganhador do prêmio. O profissional responsável foi Ken Mowe, formado em cinema na Universidade de Nova Orleans, ele já ganhou dois VMAs com “Smiley Faces” e “Crazy”, do grupo Gnarls Barkley, e foi nomeado em 2010 com “Not Afraid”, também de Eminem.

Cena do vídeo "Stay The Night", de Zedd e Hayley Williams

Cena do vídeo “Stay The Night”, de Zedd e Hayley Williams

Stay the Night”, do DJ Zedd em parceria com a vocalista do Paramore, Hayley Williams, está concorrendo ao astronauta, a edição ficou por conta de Daniel “Cloud” Campos, que além de dirigir e editar vídeos, ficou conhecido por trabalhar como dançarino de Madonna. Sua carreira no audiovisual começou a partir da produção de curtas.

Os outros nomeados para melhor edição foram “The Walker”, de Fitz and The Tantrum, feito por James Fitzpatrick, e “Your Life is a Lie”, do grupo indie MGMT, elaborado por Erik Laroi.

O VMA também premia aqueles que possuem os melhores especiais, todos os clipes que serão mencionados a seguir possuem efeitos bem elaborados e será bem difícil escolher o vencedor. Os indicados são “Grab Her”, de Disclosure; “Turn Down for What“, de DJ Snake e Lil Jon; “Rap God”, de Eminem; “Lazaretto”, de Jack White; “The Writing’s on the Wall”, do Ok Go.

Semana que vem falaremos de quatro categorias cujos vencedores serão escolhidos pela votação popular e o porquê das críticas pela escolha dos candidatos desse ano.

One Response

Deixe um comentário

Your email address will not be published.