Grupo composto por Malllu Magalhães, Fred Ferreira e Marcelo Camelo é uma das atrações confirmadas do Mada 2014 (Foto: Noize)

Grupo composto por Mallu Magalhães, Fred Ferreira e Marcelo Camelo é uma das atrações confirmadas do Mada 2014 (Foto: Noize)

O Festival Música Alimento da Alma, conhecido popularmente como Mada, completa 16 anos e surgiu como uma forma de divulgar a música alternativa, principalmente vinda do Rio Grande do Norte, para a cobertura nacional. De acordo com a organização, cerca de 450 bandas já pisaram nos palcos do evento.

Este ano tem muitas novidades, uma delas é que o local vai sair do estádio João Câmara, na Ribeira, para a área de lazer da Arena das Dunas, novo estádio construído para a realização dos jogos na fase inicial da Copa do Mundo de 2014.

O Mada está marcado para os dias 24 e 25 de outubro e, até o momento, as atrações confirmadas alternam-se entre novidades e veteranos do festival, como a Banda do Mar, composta por Mallu Magalhães (que já participou do festival), o seu marido Marcelo Camelo (ex-vocalista dos Los Hermanos) e o baterista português Fred Ferreira.

Além disso, terá a apresentação do Manacá, que tem como vocalista a atriz Letícia Persiles, conhecida pela sua atuação na série “Capitu”, da Rede Globo. O show no Mada vai marcar o retorno do grupo aos palcos e em breve lançarão um novo single. Eles também participaram do festival em 2007.

Leticia Persiles é vocalista do Manacá, banda que retornará aos palcos no Mada (Foto:  Revista Contigo)

Leticia Persiles é vocalista do Manacá, banda que retornará aos palcos no Mada (Foto: Revista Contigo)

Outra atração confirmada é o pernambucano Di Melo, um dos percussores do soul nacional, já tendo participado de importantes eventos alternativos do Brasil; um exemplo foi a Virada Cultural, em São Paulo. Provavelmente, haverá uma atração internacional, porém Jomardo Jomas disse que está em negociação e o nome será divulgado em breve.

Para quem não sabe, o Mada é conhecido por ser um dos divulgadores de novas banda, o Detonautas Roque Clube começou a ficar conhecido graças à apresentação no festival. Conseguimos entrevistar Jomardo Jomas, organizador do festival, que mora no Rio de Janeiro, via e-mail, para falar dos detalhes para este ano. O bate-papo pode ser conferido a seguir:

O CHAPLIN: Vocês esperavam que o Mada se tornasse um festival de música independente tão grande como o Abril Pro Rock (festival que acontece anualmente em Recife), por exemplo?

Jomardo Jomas: Sempre trabalhamos pensando em fazer o melhor para as bandas e o público, com os apoios que tivemos ao longo desse trabalho, através de leis de incentivos, patrocinadores e parceiros. O crescimento foi natural, mas sem perder o objetivo principal, que é sempre unir a musica, informação e o lazer.

O CHAPLIN: Quais serão as novidades neste Mada em 2014?

Jomardo Jomas: Em primeiro lugar, podemos destacar o novo local do festival, com facilidade de acesso para todos, a Arena das Dunas. Grandes shows, encontros e projetos musicais estarão nessa edição e várias ações com o público estão sendo planejadas para termos um total envolvimento de todos no festival.

Di Melo é outra atração confirmada pelo Mada (Foto: Divulgação)

Di Melo é outra atração confirmada pelo Mada (Foto: Divulgação)

O CHAPLIN: O Mada sempre ficou conhecido por divulgar bandas novas e neste ano houve as seletivas. Quais serão as bandas novas que o festival vai apresentar?

Jomardo Jomas: Ainda estamos na escuta com a nossa curadoria das bandas que serão selecionadas.

O CHAPLIN: Além das atrações confirmadas, tem alguma atração internacional para este ano ?

Jomardo Jomas: Estamos em negociação [com uma atração internacional] e em breve divulgaremos.

Estádio será o novo local do Mada (Foto: Lara Paiva)

Estádio será o novo local do Mada (Foto: Lara Paiva)

O CHAPLIN: Por que a escolha da Arena das Dunas como o local para ser o Mada 2014 e não a Ribeira?

Jomardo Jomas: A escolha pela Arena das Dunas foi devido à facilidade de acesso de todas as pessoas (local fica no bairro de Lagoa Nova), pela iluminação no entorno, que vai garantir mais segurança.

O CHAPLIN: O Carnatal, por muito tempo, foi feito no local próximo a onde hoje funciona a Arena das Dunas e sempre teve problemas entre moradores e Ministério Público por conta do horário dos shows, vocês possuem alguma ideia de como vão distribuir os horários das atrações?

Jomardo Jomas: Como o festival se concentra somente na área de eventos do estádio, sem se deslocar pelas ruas, nós acreditamos que não causaremos nenhum tipo de problema aos moradores do entorno da Arena.

O CHAPLIN: Para terminar, quais são as expectativas para o Mada este ano e para o futuro?

Jomardo Jomas: São muito grande as expectativas e acreditamos que faremos uma grande edição para o público, estamos realizando nossa 15ª edição e esperamos continuar gerando essa expectativa e ansiedade em todos sempre.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.