Mais um prêmio pode ser adicionado à vasta lista de vitorias de Gravidade. Agora é por seus efeitos especiais. O longa de Cuarón venceu em seis categorias no Visual Effects Society Awards, incluindo o prêmio principal de Melhores Efeitos Especiais em Cinema (Outstanding Visual Effects in a Visual Effects-driven Feature). Venceu também nas categorias “Compositing”, “Virtual Cinematography”, “Created Environment”, “Models”, e “FX and simulation animation”.

O prêmio do VES (Visual Effects Society) é oferecido desde de 2002, e dos seus 11 premiados na categoria principal, 8 também venceram o Oscar de Melhor Efeitos Especiais. E acho que ninguém tinha qualquer dúvida da vitória de Gravidade nessa categoria, agora é só escrever o discurso.

making-of-Gravity1

Além do mais, pra mim, os selecionados neste ano na categoria foram terríveis. Dos 5 indicados, um é um dos melhores filmes do ano, Gravidade, é claro, e os outros quatros estão entre os piores do ano pra mim: Homem de Ferro 3, Star Trek: Além da Escuridão, O Cavaleiro Solitário e O Hobbit – A Desolação de Smaug.

Você poderá notar que Círculo de Fogo não foi indicado, aliás, em nenhuma categoria. É uma pena, pois o longa do Del Toro é um dos melhores do ano, e obras extremamente inferiores lhe roubaram a vaga.

Gravidade também já levou outros grandes prêmios, como o de Associação de Diretores de Fotografia, o do Sindicato dos Diretores (DGA) e o do Sindicato dos Produtores (PGA). E se tiver interessado em um pouco mais sobre a história da categoria de Efeitos Especiais, leia meu artigo “Efeitos Especiais: é arte sim, meu amigo!”.

Veja abaixo um making of do filme:

Deixe um comentário

Your email address will not be published.