Então nesta semana teremos algo especial para vocês, leitores, mas para dar aquela diversificada aos cinéfilos, vamos falar de HQ’s, e gostaria de ressaltar a minha favorita que comemora o fechamento de mais uma década de existência este ano. Com 50 anos de estradas, alguns filmes, muitas explosões, carros pegando fogo e tudo quanto você possa imaginar de destruição, estamos falando de Os Vingadores.  Em Setembro de 1963 (isso mesmo, tudo isso), nascia a franquia de heróis mais lucrativa da história do cinema, por enquanto.

Uma arte com os principais Vingadores

A primeira aparição já faz muito tempo que ocorreu, contudo a ideia foi tão boa que tem sido trazida e executada no decorrer dos anos, diversos filmes de heróis são lançados, relançados, criados e recriados a todo instante, às vezes se torna até um pouco cansativo, entretanto, vejamos o sucesso de tudo isso. Uma franquia como essa, de filmes, HQ’s, produtos para crianças, jogos e etc. tem muito a nos oferecer. Então falaremos de uma das últimas revista de HQ’s lançadas em “Avante Vingadores” (n. 58), a que conta um pouco da história do Soldado Invernal.

James Bucky Banes é conhecido como o soldado que lutou ao lado de Steve Rogers, Capitão América, durante a guerra, e que levou o escudo até o herói quando tombou e tendo em si um legado heróico famoso. Contudo, a história explora o fato da “captura” de Barnes, depois da sua morte, ressurreição pelo departamento X da União Soviética e lavagem cerebral e se transformar no Soldado Invernal. A alegria da União Soviética acabou quando Rogers o resgatou e recuperou suas memórias.

Uma das novas artes para “Os Vingadores”

Desde então, James passou a ter uma vida confusa, tornou-se o próprio Capitão América, depois da morte de Steve Rogers, mas acabou morrendo na luta mortal contra Skadi, filha do Caveira Vermelha. Após sua morte, Banes vem tentando se redimir dos seus atos como o Soldado Invernal, e neste episódio tem uma das tarefas mais árduas: deter quem treinou para serem os melhores, os três adormecidos, homens treinados para matar com precisão e sem piedade.

Os adormecidos eram a arma secreta da União Soviética, além de serem treinados para ser a arma de destruição em massa, aprenderam o inglês e a se portar como cidadãos americanos. Tudo muito bem planejado durante a guerra fria. Contudo, a guerra acabou e Os Adormecidos foram esquecidos junto da União Soviética. Até que Lúcia, junto do Fantasma Vermelho, compra a localização dos soldados e o código de ativação dos três.

O plano era simples, ativar um Destinobô, um clone do Von Doom (o senhor Destino), e incriminá-lo de atacar a ONU no escritório do Embaixador Latveriano. Pensa que acabou? Não. Os destinobôs possuem um código de lançamento de mísseis nucleares, imagina a bagunça que isso causaria. Uma verdadeira guerra mundial. Lucia sabia muito bem o que queria e armou tudo, não apenas para distrair, mas para mostrar que tinha objetivos e estava lutando para alcançá-los pelos métodos que fossem necessários.

Capa do “Avante Vingadores – Soldado Invernal”

E ela quase consegue realizar um ataque nuclear aos Estados Unidos e sabe lá para quem mais. Von Doom tinha uma verdadeira artilharia pesada localizada nos Alpes Latverianos para que caso precisasse utilizasse como e quando quisesse. Muito mais se destrincha da história, que claro não será contado. Mas contaremos também que somente dois adormecidos estavam em suas câmaras de estase, que eram utilizadas para manter a integridade corpórea e mental dos adormecidos. Um dos três havia acordado há mais de doze anos em São Francisco, todos adormecidos passam por um procedimento de reabilitação a vida, depois de tanto tempo congelados no tempo. Este adormecido não passou por nada disso e acabou acordado duramente pela realidade, por um abalo sísmico, conhecido também como terremoto.

Isso gerou uma consciência que não era necessária e ele vive como um mendigo, como um destruidor de cabeça, para conseguir o que necessitava para viver, até que começa a se lembrar de muitos acontecimentos. Quem ele era, o que fazia ali. Como? Vocês terão que ler a revista “Avante Vingadores – Soldado Invernal” (n. 58) para descobrir.

Uma história com muita ação, Guerra Fria, problemas diplomáticos e contenção de uma guerra mundial é o que encontramos nessa HQ. No maior estilo Marvel, desenhos impecáveis e uma história de 148 páginas que te faz parar sem ler, não gastando mais do que 1 hora com pausas para desfrutar da história por completa. Apaixonados por HQ’s e de histórias da Marvel, hora da pancadaria.

A capa da próxima HQ da revista “Avante Vingadores”

Sobre o(a) autor(a)

Analista de Sistemas, nas horas vagas web designer, estudante de Sistemas de Informação, apaixonado por Tecnologia, Informática, videogames, rock n' roll, boa música, teatro, cinema, gibis e quadrinhos. Se um sorriso resolvesse todas as coisas, seria uma pessoa muito bem resolvida com a vida. Além disso, Cristão por escolha e amor, amante das pessoas e do calor humano.

Postagens relacionadas

One Response

  1. Mateus Medeiros

    Ainda chatiado por não ter conseguido comprar essa edição especial do Barnes, mas só lembrando que ele é conhecido por “Soldado Invernal” e não infernal.

    Responder

Deixe um comentário

Your email address will not be published.