Prêmio Hangar de Música: nossas apostas e destaques para a noite da premiação potiguar

Faltam apenas algumas horas para o início do Prêmio Hangar (na noite desta quarta-feira) e O CHAPLIN já entrou na contagem regressiva. Depois de conferir quem são os indicados, é hora de você saber quais são as maiores apostas da noite.

Com nada mais nada menos que cinco indicações (sem contar a indicação individual do guitarrista Rafael Brasil à instrumentista do ano), a banda de rock Far From Alaska é considerada a grande favorita, outros destaques são Camila Masiso, que também tem cinco indicações, e Khrystal, que concorre em quatro categorias e já é conhecida da premiação. Eis aqui meus humildes palpites do que pode rolar nas principais categorias.

Far From Alaska é destaque na premiação e pode levar importantes categorias

Far From Alaska é destaque na premiação e pode levar importantes categorias

JÚRI OFICIAL

Revelação Musical

Em categoria equilibrada Juliana Linhares tem o destaque

Em categoria equilibrada Juliana Linhares tem o destaque

Juliana Linhares
Mahmed
Igapó das Almas
Plutão já foi Planeta
Swellen Pimentel

Considero essa a categoria mais difícil de prever um vencedor, pois está muito equilibrada, todos os cinco têm chances. Igapó das Almas e Mahmed se assemelham na valorização do instrumental e na ousadia de experimentar distintos sons, formando composições únicas, principalmente Igapó. Seu álbum de estreia “A” proporciona uma louca viagem musical. Destaco também Plutão Já Foi Planeta que mal nasceu e já anda agradando por onde passa, seu som versátil meio rock indie, meio pop é (e nesse momento peço permissão para fazer minhas as palavras da colega e também colaboradora Natália Noro) “capaz de te fazer querer dançar na balada ou lembrar um velho amor tudo ao mesmo tempo agora.” Já Swellen Pimentel tem a seu favor o reconhecimento que veio após sua curta participação no The Voice Brasil.

Mas o meu palpite vai para Juliana Linhares, essa cantora potiguar que hoje dá voz a uma banda carioca, a Pietá. Juliana é carismática no palco e fora dele, sua voz incomum completa perfeitamente o som animado que mistura samba e MPB de Pietá, além disso ela também foi indicada na badalada categoria de Artista do Ano. Falar que Pietá não tem mérito nisso seria injusto, mas a talentosa potiguar faz valer e muito a indicação e o favoritismo.

Música do Ano

Ana Bandolim, música de Tico da Costa, renasceu na voz da talentosa Lysia Condé

Ana Bandolim, música de Tico da Costa, renasce na voz da talentosa Lysia Condé

Ana Bandolim – Lysia Condé (letra de Tico da Costa)
Rei do Povo – Camila Masiso (letra de Alex Amorim, João Henrique Koerig e Vinícius Lins)
Politiks – Far From Alaska (letra de Cris Botarelli, Edu Filgueira, Emmily Barreto, Lauro Kirsch e Rafael Brasil)
Tire Esse Peso das Minhas Costas – Dusouto feat. Artur Soares (letra de Artur Soares e Leto)
Amanhecendo – Igapó das Almas feat. Isaar França (letra de Pedras)

Vou arriscar sem medo de ser feliz em Ana Bandolim da Lysia Condé. Regravações de músicas por outros artistas não são novidade, mas poucos conseguem criar uma atmosfera tão bacana quanto a original. Lysia Condé faz um verdadeiro tributo a Tico da Costa dando vida nova a uma música já incrível. Merece levar.

Clipe do Ano

o polêmico Ma Nêga é um dos favoritos a clipe do ano

Apesar da polêmica letra, Ma Nêga é um dos favoritos a clipe do ano

À Flor da Pele – Valéria Oliveira
Ma Nêga – Artur Soares
Mantra – Du Bom Rap
Vestígio de Perfeição – Kruyssen
Nem todo Mundo é de Ferro – Romildo Soares
Chupa Aqui Meu Picolé – MC Caio de Natal

Questão delicada aqui, pode-se dizer que Ma Nêga bombou por aí, mas o reconhecimento veio pelos motivos errados, toda a polêmica envolvendo a letra deverá pesar, e muito, contra a nova música de Artur Soares. Por outro lado, há o impecável À Flor da Pele de Valéria Oliveira. Se a letra de Clara Nunes e a voz de Valéria já não fossem o bastante, tudo foi completado com um belíssimo clipe em um clima de glamour decadente dos antigos cabarés. Logo atrás há Mantra da banda Du Bom Rap, as quase 70 mil visualizações do clipe não devem e certamente não serão ignoradas pelo júri, além da edição que é excelente.

Portanto, a minha aposta é em À Flor da Pele, mas tanto Ma Nêga como Mantra podem vir a surpreender.

CD do Ano

Mode Human

Mode Human, elogiado álbum do Far From Alaska, pode levar o prêmio

Mode Human – Far From Alaska
Patuá – Camila Masiso
Lysia Condé – Lysia Condé
Tonheca Dantas – Cem anos de Royal Cinema – Orquestra Sinfônica do RN
Mestres do Nosso Samba – Coletânia

De um lado o elogiadíssimo Mode Human fruto do amplo leque de influências musicais do Far From Alaska, que vai desde o som indie comum às bandas britânicas ao pop americano.  Do outro, Patuá, CD que reúne o melhor da música popular brasileira, com o toque vocal tipicamente potiguar de Camila Masiso. E ainda o CD de estreia de Lysia Condé, também muito elogiado e que é pura poesia. Quem eu acho que leva? Mode Human, mas Patuá e Lysia Condé não estão longe.

JÚRI POPULAR

Intérprete do Ano

líder de indicações Camila Masiso é favorita a intérprete do ano

Líder de indicações, Camila Masiso é favorita a intérprete do ano

Camila Masiso
Khrystal
Lysia Condé
Isaque Galvão
Jaina Elne

Essa categoria certamente é uma disputa entre Camila Masiso e Khrystal, a primeira tem a seu favor o ano incrível coroado com o bem recebido álbum Patuá e que se reflete nas cinco indicações. Já a segunda, conta com a enorme popularidade no estado principalmente após sua marcante participação no The Voice Brasil, vale lembrar ainda que no ano passado ela foi líder de indicações e venceu essa categoria. Sendo assim, quem merece é Camila Masiso, mas não seria nenhuma surpresa ver Khrystal erguendo o prêmio no palco.

 Banda do Ano

último (lindo) álbum de inéditas do Camarones Orquestra Guitarrística (não resisti)

Último (lindo) álbum de inéditas do Camarones Orquestra Guitarrística

Far From Alaska
Camarones Orquestra Guitarrística
Dusouto
Kataphero
Candeeiro Jazz

Difícil alguém tirar esse prêmio do Far From Alaska. Mas devo citar também dois grandes concorrentes: Camarones, essa banda incrível de rock instrumental que anda se destacando dentro e fora do Brasil (e detentora das mais criativas artes de capa de álbuns ever) e a versátil Dusouto, que foi destaque em edições passadas.

Artista do Ano

Camila Masiso, Far From Alaska e Khrystal disputam uma das categorias mais aguardadas da noite

Camila Masiso, Far From Alaska e Khrystal disputam uma das categorias mais aguardadas da noite

Far From Alaska
Camila Masiso
Khrystal
Juliana Linhares
Valéria Oliveira

A disputa deve ficar entre Far From Alaska, Camila Masiso e Khrystal. Mas vejo Far From Alaska com vantagem, líder de indicações (ao lado de Camila), com o álbum Mode Human sendo muito bem recebido até pela crítica internacional, participações em festivais importantes (recentemente confirmados no Lollapalooza 2015), e considerando que essa é uma categoria decidida pelo voto popular, o prêmio parece quase certo.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.