Um palco grande o suficiente pra caber o mundo inteiro

O sol em libra e todo o charme que vem com ele trouxe à vida um dos mais prestigiados coletivos do teatro potiguar. Em tempos de festa, os Clowns de Shakespeare comemoram seus 22 anos de existência e resistência transformando o mundo inteiro em palco e merecendo os mais fortes aplausos da plateia.

Pelo terceiro ano consecutivo, o grupo compartilha com a cidade todo o amor pelas artes cênicas que os move há mais de duas décadas. A atual edição do Festival O Mundo Inteiro é um Palco nos presenteia com oito dias de espetáculos, mostra de cenas curtas, oficinas, exposição de fotografias e lançamento de livros.

Iniciando a festa, nasce o Boi Galado para o cortejo popular que é realizado por Nova Descoberta, com a impossibilidade de ser batizado com um nome mais característico. Junto com ele, nascem mais anseios por cultura, mais vida pelas ruas da cidade, mais gente sendo artista e mais artista sendo gente.

O Barracão se abre para que as crianças de 8 a 80 anos escutem as mensagens do espetáculo infantil “As Travessuras de Mané Gostoso” logo no sábado de estreia. Para que escutem o que “Seu Rei Mandou” no domingo, mas que se não escutarem, que ouçam os gestos em libras da sessão especial e leiam o livro do Luciano Pontes.

Foto: Rogério Alves
As travessuras do Mané Gostoso | Foto: Rogério Alves

Que as mesmas crianças, as atuais e as crescidas, abram mão da seriedade dos dias pra se permitirem encantar nos dias de semana também, parem um pouco às 20h pra ver artista fora do televisor. Parem nas calçadas para ver Dramaturgia Nordestina na Mostra Cenas Curtas. Parem pra ver o mundo inteiro rodar ao redor dos palcos.

Os ingressos para os espetáculos custam 30 reais a inteira e 15 reais a meia. Para os moradores de Nova Descoberta que apresentarem o comprovante de residência a entrada custa 10 reais. As oficinas, a Mostra de Cenas Curtas e os espetáculos ao ar livre são de entrada gratuita.

Programe-se para sentir a magia do teatro:

A Casatória C'a Defunta | Foto: Danilo Carlos
A Casatória C’a Defunta | Foto: Danilo Carlos

MOSTRA CAIXA DE ESPETÁCULOS (Barracão Clowns)

24/10 (Sábado)
11h. As Travessuras de Mané Gostoso (infantil) – Cia. Meias Palavras (PE)
16h. Batismo do Boi Galado (RN) pelo Boi Marinho (PE) e cortejo pelas ruas de Nova Descoberta

25/10 (Domingo)
11h. Seu Rei Mandou. Cia. Meias Palavras (infantil) *Essa sessão contará com tradução simultânea em libras.
16h. Seu Rei Mandou (infantil) Cia. Meias Palavras (PE)
17h. Lançamento do livro Seu Rei Mandou de Luciano Pontes
19h. A Casatória C’a Defunta – Cia. Pão Doce (RN) – Calçada do Barracão

26/10 (Segunda)
20h. Desaparecidos – Grupo Estandarte de Teatro (RN)

27/10 (Terça)
20h. Desmontagem Evocando os Mortos – Poéticas da Experiência – Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveis (RS)

28/10 (Quarta)
20h. Palhaços (SP)

29/10 (Quinta)
20h. Quincas – Os Fodidário (PB)

30/10 (Sexta)
20h. Avental Todo Sujo de Ovo – Grupo Ninho (CE)

MOSTRA CENAS CURTAS (Calçada do Barracão Clowns)

26/10 (Segunda)
19h. Grupo Estação de Teatro (RN) – Cena inspirada em Distorções de Um Dia Interminável de Marcelo Flecha (MA).

27/10 (Terça)
19h. Bololô Cia. Cênica (RN) – Cena inspirada em Amor Coragem de Pedro Bomba (SE).

28/10 (Quarta)
19h. Coletivo Atores à Deriva (RN) – Cena inspirada em A Mão Na Face de Rafael Martins (CE)

29/10 (Quinta)
19h. Anízia Marques Cia. de Dança (RN) – Cena inspirada em O Tempo da Chuva de Henrique Fontes (RN)

30/10 (Sexta)
19h. Tropa a Trupe (RN) – Cena inspirada em Jacy de Henrique Fontes (RN)

ATIVIDADES FORMATIVAS

Estratégias de Circulação Nacional com Marcelo Bones (MG)
26 de outubro das 10h às 13h e das 14h às 17h
A.Bo.Ca. Espaço de Teatros

Pulso Presença com Helder Vasconcelos (PE)
26 a 28 de outubro das 14h às 17h
Cine Teatro Municipal de Parnamirim

Workshop Vivência com a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveis com Tânia Farias (RS)
28 a 30 de outubro das 9h às 13h
Espaço Cultural Gira Dança

III ENCENATEC Departamento de Artes / UFRN
28 a 30 de outubro das 9h às 17h