A 89 FM, uma rádio rock de São Paulo, resolveu comemorar seus 30 anos de existência de um modo diferente, e diria até genial. Foi feito um vídeo em homenagem ao guitarrista do AC/DC, Malcolm Young, que foi diagnosticado com demência e teve que se afastar da banda. A partir disso uma campanha de mobilização foi criada no Facebook. O vídeo que deve ser compartilhado é o que está em inglês, já que o objetivo é que isso chegue até o guitarrista, e pode ser encontrado na página da rádio. Ao compartilhar, o usuário deve usar a tag #UnfogerttableRiffs.

Quem acompanha as notícias do mundo da música, principalmente do rock, deve ter lido que o guitarrista da banda australiana foi diagnosticado com demência e teve uma atrofia no cérebro, ou seja, ele não consegue se lembrar dos acordes e dos riffs das músicas que executou durante muitos anos. Os problemas começaram em 2008, quando a banda estava gravando o álbum “Black Ice”. No começo não era tão notório o que estava acontecendo, segundo o vocalista Brian Johnson, “ao vê-lo tocar você não notava, ele se confundia, mas era raro”, e nessa entrevista cedida à revista “Q Magazine”, seu irmão e também guitarrista Angus Young completou: “Ele conseguiu esconder bem. Só eu poderia notar porque estava com ele e sabia as diferenças”. Malcolm depois teve outros problemas de saúde, como um câncer de pulmão, rapidamente tratado, além da piora de seu estado mental.

A homenagem foi criada pela agência Africa, e mostra algumas pessoas diagnosticadas com a mesma doença, contando como se sentiam quando ouviam rock. Depois é mostrado as sensações que eles têm ao ouvir uma música do AC/DC, além de algumas frases como “Ao ouvirem seus riffs, quem ficou esquecida foi a demência”.

Confira o link para ter acesso ao vídeo, e claro, compartilhá-lo.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.