Antigamente, os natalenses dispunham de três teatros públicos: Teatro de Cultura Popular (TCP), Teatro Alberto Maranhão (TAM) e Teatro Municipal Sandoval Wanderley. Todos estão fechados. Ao contrário dos dois últimos citados, os quais o Governo Estadual busca medidas para reabrir, o Sandoval Wanderley possui a situação mais crítica. Recentemente, no dia 13 de janeiro, o Diário Oficial Municipal (DOM) publicou o veto do prefeito Carlos Eduardo Alves para  a reforma do Sandoval, que fica no bairro do Alecrim.

A proposta, que foi aprovada pela Câmara Municipal de Natal (CMN), era destinar um milhão de reais do orçamento deste ano para a restauração do local, interditado há oito anos. Ainda sugeria retirar a verba destinada aos concursos e festivais da Fundação Capitania das Artes (Funcarte) para realizar esta reforma.

Teatro Sandoval Wanderley está fechado há oito anos (Foto: Prefeitura do Natal)

Teatro Sandoval Wanderley está fechado há oito anos (Foto: Prefeitura do Natal)

Entretanto, o prefeito vetou a lei alegando que essa medida era contrária à constituição de 1988 e à Lei Orgânica do Município. Para realizar a reforma, o projeto de recuperação deveria estar no Plano Plurianual (PPA) e, segundo a Prefeitura, faltam recursos para isto.

Já o TAM, que fica na Ribeira, e o TCP, em Tirol, foram interditados pela Defesa Civil no ano passado. Entretanto, a Fundação José Augusto (FJA) está criando medidas para reformá-los e entregá-los de volta à população. A previsão é que sejam liberados ainda este ano.

E, agora, enquanto os teatros públicos mantêm as portas fechadas, aonde podemos ver peças teatrais na cidade? A partir de organizações privadas, como o Teatro Riachuelo, e de grupos culturais, como o Barracão dos Clowns de Shakespeare. Nós preparamos uma curta lista de onde você pode assistir a peças da melhor qualidade em Natal:

Teatro Riachuelo

67058

O Teatro Riachuelo é um moderno teatro que foi instalado no último andar do shopping Midway Mall.  É o maior teatro dentro de um shopping do Nordeste com capacidade para 1,5 mil pessoas sentadas (podendo chegar a 3,8 mil quando transformado em teatro de arena, com cadeiras avulsas). São 340 refletores, acústica adaptada a cada tipo de espetáculo e mais de 500 metros quadrados de espaço. O lugar é comumente elogiado pelos artistas locais, nacionais e internacionais que por ali passam e recebe atrações das mais diversas: desde espetáculos de grupos e artistas locais, como atrações com destaque nacional e vindas de terras gringas.

O teatro divulga as peças existentes em seu site. Os ingressos têm valores variados, dependendo da atração e das leis de incentivo que apoiam (ou não) os projetos. Para quem fica atento à programação, pode ter a sorte de conferir até mesmo espetáculos gratuitos por lá.

Barracão do Clowns de Shakespeare

dois_amores_y_um_bicho_com_clowns_de_shakespeare._fc_7

O barracão fica na Avenida Amintas Barros, no bairro de Nova Descoberta, próximo ao Parque das Dunas. Pertence ao grupo de teatro Clowns de Shakespeare, que existe há 23 anos, e possui em seu elenco nomes de talento e reconhecimento, como a atriz Titina Medeiros. O local exibe peças criadas pelo próprio grupo ou parceiros, além de sediar festivais e eventos culturais.

Confira a fanpage do grupo para saber mais detalhes.

A Boca

NB

Lugar para ensaiar e para assistir a peças teatrais que provocam sensações. Esta é a intenção do A Boca, que é a sede dos grupos Bololô Cia Cênica e Coletivo Atores à Deriva, o lugar que reúne os seus fazeres teatrais, e se localiza no prédio de número 16 da Rua Frei Miguelinho, Ribeira, objetivando fortalecer a cena teatral natalense através de suas pesquisas, montagens, apresentações de espetáculos e experimentos, oficinas e workshops.

A fanpage do grupo é essa daqui.

Tecesol

Revoada (1) por Paulo Fuga

É um espaço alternativo na zona Sul. Além de exibir peças do grupo de teatro e de outras companhias existentes da cidade, o Tecesol é destinado a atividades de educação, cultura e lazer. É localizado à rua Governador Valadares, 4853, Conjunto Pirangi, Neópolis. Veja a fanpage.

Casa da Ribeira

casa-teatro

O casarão 52 da Rua Frei Miguelinho, no bairro da Ribeira, existe há 14 anos e é um dos poucos lugares que oferece boas peças vindas da terra e com o preço bem barato (a maioria dos espetáculos custa R$ 10). O local foi inaugurado em 2001 em um prédio construído em 1911, idealizado pelo Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare. A administração é feita por uma associação cultural, formada por um grupo de artistas e produtores culturais, com personalidade jurídica própria.

É uma casa organizada e bem estruturada, vale a pena assistir a uma peça.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.