O dia 20 de novembro é marcado pelo Dia da Consciência Negra. Apesar de não ser feriado em Natal, algumas instituições de ensino farão eventos para discutir as consequências que o racismo ainda traz à sociedade brasileira e mundial. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por exemplo, promoverá a 3ª edição do Encontro da Consciência Negra, que acontecerá no auditório B do centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (UFRN), a partir das 9h desta sexta-feira (20).

O projeto é uma iniciativa do Departamento de Letras e também do Programa de Pós-Graduação do mesmo curso. O evento promoverá a importância da cultura negra para a formação dos brasileiros, apresentações de danças afro-brasileiras e espaço para comidas típicas, como acarajé.

Um dos destaques desta edição é a participação da poetisa Cristiane Sobral. Ela falará sobre o seu trabalho de criação poética enquanto mulher negra. O evento conta ainda com oficinas ministradas por estudantes da UFRN que têm como foco as questões étnicas e culturais nas linguagens artísticas. As inscrições nas atividades do Encontro são feitas na hora e no local do evento. Para mais informações, acesse a página do 3ª edição do Encontro da Consciência Negra.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de “Zumbi dos Palmares”, em 1695. Zumbi foi líder do Quilombo dos Palmares, que era uma das maiores comunidades de escravos fugitivos que o Brasil teve durante o período colonial e por muitos anos conseguiu estruturar-se, apesar de inúmeras tentativas do império invadir o local e acabar com a comunidade.

Confira a agenda do evento a seguir:

  • 9h: Apresentação de dança e oficina de Ijexá (Flázia Suelida)
  • 10h: Roda de Conversa: Estratégias pedagógicas por uma educação multiétnica (Stéphanie Campos)
  • 11h: Literatura Africana Em Foco (Thayane Morais – Canniggia Carvalho – Fátima Lopes)
  • 14h: Performance e Oficina de Hip-Hop e Poesia (Kleyton Morais)
  • 15h: Oficina- Processo criativo de uma artista negra- Pertenço (Cláudia Moreira0)
  • 16h: Mesa-redonda: Vozes da África no Brasil (Abdoul Hadi Savadogo, David Dickson, William Ferreira, Professora Jennifer Sarah Cooper e Professora Izabel do Nascimento)
  • 17h: Intervalo com exposição e comida
    – Cantinho do Acarajé
    – Venda de camisas e livros
    – Trançadeiras de cabelos
  • 19h: Conversa com Prosa
    *Formação de Mesa
    (Especialização em História e Cultura Africana/Programa Continuum, Pixaim. Projeto Conversa com prosa)
    *Cristiane Sobral
  • 20h: Encerramento: Apresentação de Capoeira

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published.