Efeitos Especiais: é arte sim, meu amigo!

Parte I: Oscar, Injustiças e Stan Winston

Já estava na hora de o vencedor do Oscar de Efeitos Especiais voltar a ganhar um dos dois prêmios principais: Melhor Filme ou Melhor Diretor. Este ano, As Aventuras de Pi consegui isso, levou quatro prêmios para casa: Melhor Diretor(Ang Lee), Melhor Efeitos Especiais, Melhor Fotografia e Melhor Trilha Sonora.

A última vez que o vencedor do prêmio de Efeitos Especiais levou também Melhor Diretor ou Filme foi por O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei, em 2004. E até essa vitória de Pi não faltaram filmes que pudessem repetir o feito. Os quatro últimos vencedores de Efeitos Especiais que também foram indicados a Melhor Filme e Diretor poderiam facilmente ter levado esses prêmios principais para casa, foram eles: A Invenção de Hugo Cabret (2012), A Origem (2011, não indicado a Melhor Diretor, só a Melhor Filme), Avatar (2010) e O Curioso Caso de Benjamin Button (2009). E com exceção de Benjamin Button, todos esse vencedores de Efeitos Especiais que eu citei também levaram o Oscar de Melhor Fotografia.

As Aventuras de Pi. Não é belo?

Outros pouquíssimos filmes no decorrer da história do Oscar conseguiram realizar essa dobradinha vitoriosa (Efeitos Especiais/ Diretor ou Filme) foram: Gladiador (2001), Titanic (1998), Forrest Gump (1995) e Ben-Hur (1960). Este último, na verdade, ganhou por uma categoria um pouco diferente: Efeitos Visuais e Efeitos Sonoros estavam na mesma categoria na época.

2001: Uma Odisseia no Espaço é o vencedor do Oscar de Efeitos Especiais mais aclamando. 2001 não levou Melhor Filme ou Diretor para casa, ele nem sequer foi indicado a melhor filme! Outros filmes fantásticos que venceram Efeitos Especiais e foram ignorados nos prêmios principais foram: Matrix (2000), Jurassic Park (1994), Exterminador do Futuro 2 (1992), Aliens: O Resgate (1987), Blade Runner (1983) – que não ganhou, foi apenas indicado, perdeu para E.T. que foi indicado para Melhor Filme mas, adivinhem, não ganhou -, Alien (1980) e Contatos Imediatos do Terceiro Grau (1978) – este foi apenas indicado, perdeu para Star Wars, mas vale ressaltar que esta obra-prima do Spielberg com oito indicação, inclusive Melhor Diretor, não foi indicado a Melhor Filme.

É de verdade? Diz que sim

Mas você pode estar se perguntando o por que de eu fazer essa ligação entre as categorias Melhor Filme e Melhor Efeitos Especiais. De fato, a comparação vai além da questão de premiação. Com certeza você já escutou a seguinte frase “Ah, esse filme só tem efeitos especiais”. Há um preconceito contra aqueles filmes que usam largamente efeitos especiais. Eles são geralmente taxados de filmes pipoca com o único objetivo de fazer dinheiro. Não estou dizendo que isto não acontece, há filme que usa muito mal os efeitos especiais, mas eles são como qualquer outra ferramenta cinematográfica, podem ser mal usados ou bem usados, como dizia o Truffaut: “Não existe filme ruim, existe diretor medíocre”. O Steven Spielberg é medíocre? Eu tenho certeza que não. E o James Cameron? Medíocre? Nem em Pandora, meu amigo.

James Cameron dirigiu cinco filmes que venceram o Oscar de Efeitos Especiais, os já citados Avatar, Titanic, Exterminador do Futuro 2 e Aliens: O Resgate, e um que ainda não falei, O Segredo do Abismo (1989), que mostra a paixão do Cameron pelo fundo do mar. Desses, apenas Titanic venceu Melhor Filme.

Head Shot! Ops, ta vivo ainda! T 1000 filho de uma…

Spielberg teve que fazer A Lista de Schindler (1993) para finalmente os votantes da academia lhe concederem a estatueta de Melhor Diretor. Filmes como E.T e Indiana Jones: Os caçadores da Arca Perdida apesar de terem sidos indicados nas categorias principais não foram premiados por elas. Há aqueles filmes que tem um grande uso de efeitos especiais, mas as pessoas não comentam seu uso, como em O Resgate do Soldado Ryan (1998), pelo qual o Spielberg ganhou seu segundo Oscar de Melhor Diretor, ou você acha que aquelas batalhas foram reais, que todo aquele povo morreu? Luto.

Você obviamente conhece Spielberg e o Cameron, mas e o Stan Winston? Conhece? E se eu disser que ele já ganhou quatro Oscar? E esses quatro Oscar foram por filmes citados aqui? Stan Winston é o mago dos efeitos visuais. Venceu o Oscar por Jurassic Park, Aliens e Exterminador do Futuro 2 (nesse, além de Efeitos Especiais, também levou por Melhor Maquiagem). Winston também teve indicações por Melhor Maquiagem (que é um tipo de efeito visual prático direcionado) por filmes como Edward Mãos de Tesoura (1991) e Batman: O Retorno (1993) , perdendo para o Drácula de Bram Stoker (1992) do Coppola (olha ai, mais um grande diretor que usou largamente efeitos especiais). Winston dividiu essas indicações de Maquiagem com Ve Neill, vencedora de três Oscar na categoria.

Eu me pergunto se o Kubrick é mesmo humano

Na segunda parte desse especial falarei mais sobre Maquiagem no Cinema e consequentemente a diferença dos efeitos práticos e os gerados por computador, sobre os efeitos especiais que você vê e aqueles que você não vê.