Pedro Gabriel, idealizador e autor do projeto “Eu Me Chamo Antonio”, vai realizar uma palestra em Natal durante o I Seminário Literário da UFRN, confira a seguir a nossa entrevista

Pedro Gabriel criou o "Eu Me Chamo Antônio" enquanto esperava um pedido no bar e hoje a página possui 700 mil seguidores (Foto: Léo Aversa)

Pedro Gabriel criou o “Eu Me Chamo Antônio” enquanto esperava um pedido no bar e hoje a página possui 700 mil seguidores (Foto: Léo Aversa)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM), vai promover entre os dias 23 e 24 de abril o I Seminário Literário, no qual vai contar com palestras de professores e escritores de âmbito local e nacional. Uma das atrações é Pedro Gabriel, criador do “Eu me chamo Antônio”. É a primeira vez que ele vem a Natal e atualmente está fazendo a turnê de lançamento do livro da página, que é sucesso no Instagram e Facebook.

“Natal tem uma presença forte no Facebook e muita gente vem pedindo. Toda vez que posto uma imagem de noite de autógrafo em alguma cidade, sempre alguém comenta: ‘E Natal? E Natal? Vem para Natal’. Então, eu acho que vai ser bem bacana”, disse.

O autor, que também é publicitário, nasceu no Chade, uma antiga colônia francesa localizada na África, e mudou-se para o Brasil, mais precisamente Rio de Janeiro, quando tinha 12 anos. Gabriel não sabia nenhuma palavra de português e tinha dificuldade em aprender, apesar da mãe ser brasileira. O seu aprendizado exigiu muita observação tanto dos sons quanto da grafia das palavras. Em entrevista feita por telefone para o blog O CHAPLIN, o escritor afirma que um dos primeiros contatos que teve com a língua portuguesa foi quando a professora pediu para que fosse ler “Capitães de Areia”, do baiano Jorge Amado. “Não é o meu favorito, mas é um dos livros importantes para mim”.

Em outubro de 2012, durante uma ida ao bar, o Café Lamas, no Rio de Janeiro, Pedro Gabriel ficou esperando o seu pedido chegar e enquanto isso, começou a fazer poema e desenhar no guardanapo (As frases foram: “Primeiro, encanto./Depois, desencanto./Por fim, cada um pro seu canto.”). Ele gostou do resultado e começou a fazer mais essa atividade. No final do mês, por livre e espontânea vontade, divulgou o trabalho na internet.

Um dos poemas feitos por Pedro Gabriel para o "Eu me Chamo Antônio" (Foto: Facebook)

Um dos poemas feitos por Pedro Gabriel para o “Eu me Chamo Antônio” (Foto: Facebook)

“Depois de um tempo, eu vi que tinha bastante material e abri uma página na internet para ter o registro desta ideia. E aí, em pouco tempo, muita gente começou a compartilhar, gostar e comentar. Isso ficou me motivando para continuar a fazer os poemas e desenhos. Hoje possui 700 mil seguidores (somente no Facebook)”, comenta.

A página se chama “Eu me Chamo Antônio”, que é o seu segundo nome (Gabriel é o sobrenome dele). “Nem meus amigos e meus pais me chamam assim. Era uma forma de dar a vida a esse nome que estava esquecido na minha identidade e acabou virando um personagem. Antônio é como se fosse um alter-ego através do qual eu escrevo e desenho as coisas que de repente que não tinha tanto coragem de dizer”, explica.

Pedro conta que o sucesso na internet se deu devido à simplicidade dos poemas e dos desenhos. Os temas trabalhados também ajudaram, pois todo mundo já sofreu uma desilusão amorosa ou sentiu saudade de alguém. O autor garante que é ele mesmo quem posta os “guardanapos poéticos” e responde as mensagens enviadas no Facebook e Instagram, sem a ajuda de uma equipe por trás. Na opinião dele isso ajuda a fortalecer o trabalho.

No final de 2013, a página postada no Instagram e Facebook virou um livro, pela editora Intríseca, o escritor falou que muita gente já pediu para acompanhar o Antônio além da internet. Um diferencial da obra é que uma boa parte do conteúdo é novo. Pedro Gabriel contou que a editora e ele organizaram “a bagunça da internet em página e pode ser lido em duas formas: alternado ou na ordem, que parece estar lendo um romance”.

Capa do livro "Eu me Chamo Antônio"

Capa do livro “Eu me Chamo Antônio” (Foto: Divulgação)

Quando começou a fazer “Eu me Chamo Antônio”, Gabriel produzia dois ou três guardanapos por semana. Hoje, ele tem 1.500 e todos estão armazenados na gaveta do quarto dele. Porém, está com pouco tempo de criar coisa nova devido aos lançamentos e posta material que ainda não foi publicado. “Eu estou botando guardanapos antigos na página, porém como eu sei que tem muita gente nova lendo, isto acaba sendo uma novidade para as pessoas”.

No evento que vai acontecer em Natal, que será nessa quarta-feira (23), às 16 horas, Pedro vai falar um pouco melhor da trajetória do “Eu me Chamo Antônio” e, em seguida,  haverá uma sessão de autógrafos para o público presente. No dia 24, às 15 horas, ele estará na livraria Saraiva do Midway Mall para lançar o livro.  Já no dia 25 de abril, o escritor estará em Mossoró. Além dos eventos de lançamento, Gabriel também divulga textos, nas terças, em uma coluna no site da editora Intrínseca. As páginas do Facebook e Instagram ainda são atualizadas.

I Seminário Literário da BCZM

O evento acontece entre os dias 23 e 24 de abril no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede. O seminário contará com eventos pela manhã e tarde e com diversas atrações locais e nacionais. Celebrará ainda os resultados do projeto “Literatura na BCZM”, através do qual foram adquiridos mais de mil títulos na BCZM e disponíveis para o público.

Na programação do evento palestras e mesas redondas com autores locais consagrados, como o presidente da Academia Norte-riograndense de Letras, Diógenes da Cunha Lima. Além disso, terão as presenças dos novos escritores potiguares, como a adolescente Regina Azevedo e Carlos Fialho, ambos da editora Jovens Escribas.

Além de Pedro Gabriel, outra atração nacional é o designer Alceu Chiesorin Nunes, diretor de arte da editora Companhia das Letras e que foi um dos finalistas do Prêmio Jabuti 2013, maior premiação da literatura brasileira. A entrada é aberta para toda a comunidade e é gratuita.

One Response

  1. Avatar
    PAULINHO SOLUÇÃO

    “A VITÓRIA PERTENCE AO MAIS PERSEVERANTE..
    “O SUCESSO É A SOMA DE PEQUENOS ESFORÇOS”…

    Parabenizo e homenageio por meio deste o ESCRITOR PEDRO GABRIEL e toda equipe pelo lançamento do livro “EU ME CHAMO ANTONIO”. Parabéns pelo EXCELENTE TRABALHO, DETERMINAÇÃO E PROFISSIONALISMO, realizado neste belíssimo trabalho e um brinde pelo SUCESSO! O potencial de trabalho de vocês é de grande valor para a comunicação brasileira. Recebam esta singela homenagem com meus sinceros votos de muitas realizações e planos futuros. Desejo nestas poucas palavras votos de muita SABEDORIA, CONHECIMENTO, ENTENDIMENTO e principalmente DISCERNIMENTO em todos os seus caminhos e muitos DIAS, SEMANAS, MESES E ANOS DE FELICIDADE E PROSPERIDADE, SAÚDE, PAZ, AMOR e que Deus estenda às mãos e acrescente 100 por cento de juros em cima de tudo isso.

    “A MAIOR RECOMPENSA PELO TRABALHO NÃO É O QUE A PESSOA GANHA, MAS O QUE ELA TORNA- SE ATRAVÉS DELE.”

    DESEJO SUCESSO A TODOS!

    PAULINHO Solução
    http://www.paulinhosolucao.blogspot.com
    paulinhosolucao@gmail.com
    pssolucao@hotmail.com
    Salto/SP

    Responder

Deixe um comentário

Your email address will not be published.