Pouco tempo atrás, ocorreu a renúncia do Papa Bento XVI e os cardeais elegeram outro em seu lugar, provavelmente com métodos bem diferentes que os utilizados no século XV para a eleição de um Papa. Com a morte do Papa Inocêncio VIII em 1492, Rodrigo Bórgia cobiçava o seu lugar e seus métodos para conseguir o papado envolveram muito sangue!

Alejandro Jodorowsky resolveu contar a saga da família Bórgia, (inspiração para Mario Puzo escrever o romance “O Poderoso Chefão”), na HQ Bórgia, que é dividida em quatro volumes.Para isso, chamou o mestre desenhista italiano de quadrinhos eróticos,  Milo Manara.

Sangue para o Papa é o primeiro volume de Bórgia. O Papa Inocêncio VIII está morrendo aos poucos e Rodrigo Bórgia começa seu jogo politico, oferecendo-lhe agrados, como por exemplo, uma mulher com seu bebê para que ela dê de mamar ao Papa. O bebê chora, a mãe grita, mas o Papa esbofeteia a mulher e diz que “agora seu leite pertence à minha santa pessoa”, jogando o bebê aos cães. Outro presente são dois jovens para que doem seu sangue ao Papa… “Isso não é perigoso, é?” diz o pobre garoto, provavelmente suas últimas palavras.

Como você pode ver, não é uma história leve. Além das atrocidades cometidas pela Igreja, outro dos grandes atrativos do texto de Jodorowsky é mostrar os bastidores de Roma: jogo de poder, acordos mediante muito sangue, tentativas de assassinato. Como é de se esperar, a trama também é recheada de muito erotismo, motivo pelo qual temos Milo Manara, gênio no gênero.

As mulheres de Manara são inconfundíveis. O erotismo é lindamente mostrado nos desenhos de Milo, com destaque para a cena na qual a briga entre Lucrécia, filha de Rodrigo, e Júlia, que é amiga da família, se transforma em uma cena de sexo, caídas no chão, cercadas por várias freiras muito empolgadas! Outra cena igualmente interessante é quando Vanozza, amante de Rodrigo, faz sexo com a estátua de um santo. Os desenhos de Milo não ficam só no erotismo, sendo criadas também várias cenas de extrema violência. O virar das páginas é feito com muita tensão.

Com o desenvolver da história, você verá que cada personagem e situação são importantes. Aquela cena do início pela qual você não dava nada terá significância com o avançar da história. Um acontecimento que parecia isolado acaba se interligando a outros e revelando algo maior, então é necessário prestar muita atenção em todas as nuances da narrativa.

É de praxe dizer que Bórgia pode ofender algumas pessoas pelo seu conteúdo de violência e sexo, mas pelo outro lado da moeda, pode agradar muitas outras também, como é meu caso. De qualquer maneira, a leitura é indicada para adultos.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.