O estilo de música chamado stoner rock, com seus riffs de guitarras mais lentos e fortes, foi vastamente difundido pelo Queens of Stone Age nos anos 2000. No Festival Dosol (com cobertura especial d’O Chaplin por Ana Clara e Luana Monteiro) se apresentaram diversas bandas em que a característica pegada stoner rock estava presente no som, mostrando que este subgênero do metal, blues rock e doom metal está vivo nas veias das bandas por aí, não importa onde elas estejam. Esse gênero também respira lá onde o queijo é bão demais, o doce de leite é uma delícia e a paz é universal (depois do almoço a gente só trabalha a partir das 14h). Estamos falando de nossa querida Minas Gerais. Deste estado tão famoso em nosso país, numa cidade chamada Alfenas, temos a nova aposta de que o stoner rock não morreu (como Elvis): Made of Stone.

Sabe aqueles riffs lentos, fortes e pesados? É nisso que Made of Stone apostou, este excelente power trio, nesta receita tão simples e tradicional do heavy metal, lançado há muito tempo atrás com o grande pai: Black Sabbath. A banda mineira surgiu com diversas influências como Stone Sour, Avenged Sevenfold, Papa Roach, Evanescence, Bullet my Valentine, e, até Trivium (que sonzaço, merece destaque)! A mistura combina as guitarras pesadas de Felipe Loyola, a bateria forte de Igor Giuliano e o baixo (soando quase como uma segunda guitarra) de Felipe Mafra. O som mostrado no CD “Day After Day” agrada e muito a quem procura novidades dentro de um meio tão pouco explorado pelo mainstream e pelas bandas de um modo geral que, apesar de estarem dentro do estilo, sempre fogem um pouco e criam uma identidade própria. Não há uma perda na qualidade, mas ao mesmo tempo deixa sempre uma brecha no estilo. Made of Stone entrou nessa onda e preencheu essa lacuna com um som de primeiríssima qualidade! Minas mostra cada vez mais que é um celeiro de coisas boas: Sepultura, Sarcófago, Jota Quest, Pato Fu, Milton Nascimento, e muitos outros. Esse cenário hoje conta com Made of Stone.

Igor Giugliano à esquerda, Felipe Loyola no meio e Felipe Mafra à direita

Igor Giugliano à esquerda, Felipe Loyola no meio e Felipe Mafra à direita

As guitarras fortes são um traço de peso para um vocal muito grave ou agudo, não é mesmo? Errado! Made of Stone trouxe uma proposta muito bacana, que talvez até assuste no início, dentro do som da banda. As linhas de guitarras pesadas não “casam” no estilo de voz gritado ou cheio de agudos dos projetos de metal e rock tradicionais. A banda usa e abusa da voz de seu vocalista, que soa suave, tranquila e aveludada, agradando a um público que rejeitava este estilo de música justamente pelo peso dos vocais, nem sempre por culpa do instrumental.

Falando de instrumentos, é retórico dizer a qualidade sonora deste CD. Ele soa bem produzido e captado, com a qualidade que qualquer ouvinte certamente buscará em um CD de qualidade. Destaco três músicas que me chamaram muito a atenção: “Lost”, “Drink from Hell” e “End of the World”, que possuem uma pegada muito forte, refrões que ficam na cabeça e solos bem construídos, para não decepcionar os headbangers.

É uma excelente pedida para quem quer conhecer algo novo e completamente diferente do que vemos por aí! Eu tive o privilégio de assistir em primeiríssima mão ao DVD, intitulado “Live in Studio”, completo da banda que tem data de lançamento para 5 de dezembro. Ouvir a banda ao vivo, mesmo que em estúdio, faz você acreditar que eles são realmente bons. Soar bom em estúdio muitos conseguem, mas conseguir a mesma energia tocando os três juntos num mesmo espaço e ao mesmo tempo, faz toda a diferença. Vale muito a pena conferir o trabalho. Em breve teremos um entrevista exclusiva com a banda! Fiquem ligados.

Made of Stone gravando seu DVD "Live in Studio"

Made of Stone gravando seu DVD “Live in Studio”

Tracklist

1 Intro
2 Lie to Me
3 Bullet of War
4 Can You Feel
5 Drink from Hell
6 C’est La Vie
7 Made of Stone
8 Walk Alone
9 Pieces of Me
10 Lonely Man
11 You
12 End of the World

Formação

Felipe Loyola (Vocal/Guitarra)
Felipe Mafra (Baixo)
Igor Giugliano (Bateria)

Visite o site da banda.

Confira abaixo o vídeo clipe ofical da música “Can You Feel”

2 Responses

Deixe um comentário

Your email address will not be published.