Estão abertas as portas de mais um Festival Dosol! Repleta de figurinhas duplicadas, a etapa de Natal começa nessa sexta feira, dia 6, e as bandas que atrairão centenas de amantes da música à artística Rua Chile, na Ribeira, já foram apresentadas, dissecadas e, como não poderia deixar de ser, zoadas por outros blogs potiguares, além de terem sido brevemente apresentadas no blog.

Nós da redação começamos a dar pitaco sobre quais bandas são mais esperadas pelo público, e quais merecem a atenção deste. Uma dica: Atentem para a hora e local dos shows que querem ver, pois no sábado e domingo, por exemplo, a música rolará em cinco espaços diferentes, tudo ao mesmo tempo e pontualmente, na maioria das vezes. Sem mais delongas, vamos à nossa seleção:

SEXTA FEIRA, DIA 6 DE NOVEMBRO

Os destaques:

Um dos carros chefes da noite será a paulista Aeromoças e Tenistas Russas, que que também tocarão no sábado e criam um som experimental, auxiliados por uma estética modernista e futurista.

A potiguar Fukai também é aguardada pra quem é chegado num rock psicodélico e com pitadas de funk, embalando todas as danças que seu imaginário criar. A banda lançou há pouco tempo seu mais novo trabalho, “Abaeté”.

O que merece atenção:

The Cigarrettes, um dos maiores nomes do indie rock brasileiro. Com mais de 20 anos de carreira, a banda lançou em maio desse ano “The Waste Land”, seu quarto e mais recente disco, mais tranquilo que os anteriores, mas não menos interessante.

Aeromoças e Tenistas Russas

Aeromoças e Tenistas Russas

SÁBADO, DIA 7 DE NOVEMBRO

Os destaques:

PETHIT_BY_GIANFRANCO-BRICENO_2014

Mesmo trazido das levas da dita nova MPB, Thiago Pethit envereda pro rock em seu último disco, “Rock and roll sugar Darling”, e é um dos grandes motivos de senhas vendidas pra esse dia. Esperem hipsters e adolescentes eufóricos.

Plutão já foi planeta tem uma série de fãs natalenses já consolidados, com sua música pop, delicada beirando o lúdico e cheia de letras amorosas.

Móveis Coloniais de Acaju se apresentou no Dosol ano passado e lotou a casa com seu som dançante e cheio de metais, incrementado pela ótima presença de palco do vocalista. Vejamos como será esse ano.

Com pouco tempo de carreira e já um dos grandes nomes da música instrumental brasileira, os potiguares Mahmed estão em turnê e como não poderia deixar de ser, marcarão presença em casa. Bom pra quem gosta de uma música marcante, sensível e cadenciada.

O que merece atenção:

Recifense, Juvenil Silva traz de tropicalismo, passando pelo folk até chegar ao glam rock, tudo embalados com letras autobiográficas. Misturado, bonito e interessante.

Luísa & Os Alquimistas nem lançou disco e já levou o troféu de artista revelação do Prêmio Hangar. É nessa hora que a gente dança igual àqueles bonecos de posto, porque tem lambada, coco, reggae, ska, brega e um swing irresistível. Prestem atenção nesse conjunto.

Figueroas está pra lambada assim como o Massacration está pro heavy metal, ou seja: Não leve a sério. Entre os comentários deixados pro seu disco disponível no youtube, está esse: “Maravilha de disco, bom pra ouvir em cabarezinho de chão batido e baixar a poeira que sobe com regador. Sucesso!”. Achamos coerente.

Figueroas Lambada Quente

Figueroas Lambada Quente

DOMINGO, 8 DE NOVEMBRO

O destaque:

Dead Fish é sem dúvidas, uma das mais esperadas do dia com seu hardcore nacionalmente conhecido.

O que merece atenção:

Fazendo jus ao considerado dia “pesado” do Dosol, Monster Coyote é um dos melhores nomes do metal potiguar e sua agressividade está renovada no seu mais novo trabalho, “Neckbreaker”.

AK-47 acaba de lançar “ANEMOLA” e vai contra a maré de experimental/stoner tão presente em Natal, trazendo um rock alternativo visceral, cru e direto, acrescido da presença de palco marcante e teatral de seu vocalista, Juão Nin.

El Efecto é uma banda carioca de rock alternativo que estendeu os limites do seu estilo musical, trazendo para si cavaquinhos, trompetes, flautas, percussão, entre outros, criando uma mistura de música regional nordestina e erudita com seu rock. Interessante de se ouvir.

AK-47

AK-47

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published.