O Terno é a primeira atração confirmada no Festival Dosol

Através da página do Facebook, o Centro Cultural Dosol anunciou nesta terça-feira (28) a primeira atração do Festival homônimo, que acontecerá na Rua Chile, no final do ano. Nos próximos cinco dias, sempre no final da tarde, será anunciado um pedaço de quem compõe o line-up do evento. A primeira novidade deste ano é apresentação da banda paulista O Terno, que vai pisar nos solos natalenses pela primeira vez. Conhece? Não? Vamos explicar!

O trio paulista é formado por Tim Bernardes (voz e guitarra), Guilherme d’ Almeida (baixo) e Biel Basile (bateria). Eles já têm dois discos lançados, “66” e “O Terno”, lançado no ano passado e apresenta diferentes participações, como o Tom Zé, Luiz Chagas e Marcelo Jeneci. Além disso, o disco tem uma pegada mais sessentista (dar para ver na foto de divulgação).

10256939_684687184901168_6282654333525274741_o

Trio “O Terno” (Foto: Divulgação)

A banda tocou na edição deste ano do Lollapalooza, em São Paulo. Além de ter referências naquela década, eles definem o novo disco com personalidade, interessante e consistente. O álbum tem distribuição em disco físico, mas também em vinil (bem retrô, não é mesmo?).

Possui 12 faixas e possui influências de Mutantes, Tropicália, Cream, The Who, soul music, psicodelia e toda aquela miscelânea que era proposto naquela década de 60, onde se experimentava o que era não experimentável.  Apesar da sonoridade ser algo “do passado”, o conteúdo das letras falam sobre as situações atuais, o lado “cinza” de viver em São Paulo, críticas à classe média, decepções, cotidiano…

As melhores músicas desse álbum é “Bote Ao Contrário”, “O Cinza”, “Eu Confesso” (guitarras bem parecidas com “Alegria, Alegria”, de Caetano Veloso), a bilíngue “Brazil” e “Medo do Medo”, que conta com a excelente participação do baiano Tom Zé.

Eles fazem parte da nova sofra de bandas independentes que não têm medo de colocar o Rock and Roll e a música brasileira para experimentar novos rumos. Acredito que as próximas bandas que serão anunciadas pelo Dosol vão seguir essa mesma linha de som, pois o festival é conhecido por procurar bandas, independente do gênero musical, que gostem de ousar e não são tão amigos do mainstream.

Vamos esperar pelo anúncio da segunda banda e dia 18 de maio a line-up será divulgada por completa, com algumas novidades.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.