Os vitoriosos do Oscar 2014 foram revelados nesse último domingo (2). O que muitos não sabem, entretanto, é o posicionamento desses filmes na história de uma premiação tão duradoura como a da Academia Cinematográfica Americana. Os filmes de 2014 terão grande destaque na história do Oscar? Confira, a seguir, algumas estatísticas (que eu adoro) e tirem suas próprias conclusões.

“12 Anos de Escravidão” entra na estatística como um dos vencedores na categoria de Melhor Filme com menos Oscars, venceu apenas 3 (filme, atriz coadjuvante e roteiro adaptado). O longa de McQueen empata em vitórias com “O Poderoso Chefão” (1972) e “Argo” (2012).  Há filmes que venceram apenas o Oscar de melhor filme e outros que venceram outro além de Melhor filme, mas a maioria foi no início do Oscar, quando a premiação era uma bagunça e não havia todas as categorias que tem hoje.

12-years-a-slave-2

“12 Anos de Escravidão” levou o principal prêmio da noite, mas considerando todas as categorias, foi pouco premiado, com apenas 3 Oscars

Uma conquista histórica é que Steve McQueen se tornou o primeiro produtor negro a vencer melhor filme e, na minha opinião, “12 Anos…” também entra para a lista de melhores vencedores do Oscar de Melhor Filme.

Já por outro lado, “Gravidade” figura na lista de filmes que venceram mais Oscars sem ter vencido em Melhor Filme. Com 7 Oscars, o longa de Cuarón está atrás apenas de “Cabaret” (1972) – que arrebatou 8 prêmios – mas perdeu o prêmio principal para “O Poderoso Chefão” que, coincidentemente, ganhou poucos Oscars. Mas o filme entra para história também por causa de seu diretor, Alfonson Cuarón, que se tornou o primeiro latino a vencer a categoria de melhor diretor.

gra

“Gravidade” se destacou nas categorias técnicas e fez história em Melhor Diretor, possibilitando o reconhecimento de um latino nesta categoria

“Clube de Compras Dallas” agora integra o seleto clube de filmes que venceram a dobradinha Ator/Ator Coadjuvante (embora minha torcida fosse para O Lobo de Wall Street). O longa de Jean-Marc Valle se tornou apenas o quinto filme a conseguir o feito, os outros foram: “O Bom Pastor”(1944), “Os Melhores Ano de Nossas Vidas”(1946), “Bem-Hur”(1959) e “Sobre Meninos e Lobos”(2003).

Matthew Mcconaughey em Dallas Buyers Club

“Trapaça”, o grande fiasco da noite, entra para a lista de filmes com mais indicações, mas sem nenhuma vitória. Foram 10 indicações para o longa de Russel, que saiu da festa de mãos vazias. Ele está atrás apenas de “Momento de Decisão”(1977) e “A Cor Púrpura”(1985) que tiveram 11 indicações cada um, mas nenhum prêmio. Assim como “Trapaça”, “Bravura Indômita” (2010) e “Gangs de NY”(2002) também tiveram 10 indicações, sem vitórias.

Jennifer Lawrence em uma das cenas mais cômicas do filme

Jennifer Lawrence em uma das cenas mais cômicas de “Trapaça”

Deixe um comentário

Your email address will not be published.