Enquanto muitas bandas tentam mostrar o seu carisma e talento usando redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram, os ingleses do Radiohead resolveram apagar todo o conteúdo envolvendo as duas primeiras mídias sociais citadas, o que deixou muitos críticos de música e fãs se perguntando o porquê dessa ação. Mas vale lembrar que o Radiohead vem fazendo umas paradas bem estranhas ultimamente…

Há um tempo, eles mandaram pelo correio um monte de panfletos aos fãs, com uma capa misteriosa e os dizeres “Burn the Witch”, uma canção não-lançada do Radiohead que está pendurada há quase treze anos.

A banda apagou todo conteúdo do seu Facebook, Twitter e seu site oficial, Radiohead.com. A página do Facebook da banda deletou todos os posts e mudou sua foto de perfil e de capa para uma imagem branca, assim como em seus outros sites. Ninguém sabe se, até o momento, é uma campanha de marketing para o lançamento do próximo CD, que – reza a lenda – será em junho deste ano.

Vale lembrar que o Radiohead já gravou um clipe para o novo álbum e criou novas empresas para as publicações das canções.

Conteúdo deletado no Facebook

Conteúdo deletado no Facebook

O conteúdo das contas foi recuperado rapidamente dias depois, visto que eles adiantaram o lançamento do disco “A Moon Shaped Pool”. O Radiohead é muito ligado à internet e conta com milhões de fãs que supervisionam em detalhes o seu repertório.

Graças a eles, ficou-se sabendo que, além de True Love Waits, comum nos shows e já incluída em I Might Be Wrong, gravação ao vivo de 2001, pelo menos quatro outras músicas são antigas. Se somarmos a isso o fato de Burn The Witch, a primeira faixa do novo álbum a ser divulgada, ter sido composta entre 2003 e 2005, o resultado é que pelo menos metade de A Moon Shaped Pool vem dos arquivos do grupo.

Os integrantes do Radiohead são mestres na hora de transformar algo rotineiro em um acontecimento mundial. O truque está em tornar tudo um jogo para os quase 12 milhões de fãs que eles têm no Facebook ou o 1,6 milhão do Twitter.

O álbum está disponível via streaming através deste link.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.