O habitante da escuridão que pelo sangue dos viventes caminha pela vida eterna. Dentre as adaptações ao longo dos anos de vampiros que brilham como lantejoulas à luz do sol até a origem do mito do obscuro conde da Transilvânia, essa foi a característica que “grudou” no imaginário coletivo e construiu toda uma cultura ao seu redor, em especial os filmes.

Sim, a sede por roteiros que envolvam vampiros só não é maior do que a própria sede que essas criaturas da escuridão têm por sangue, e por esse motivo temos desde tramas dignas de riso, como a saga Crepúsculo (2008), clichês como Academia de Vampiros (2014) – ambas voltadas para adolescentes – até o fenômeno de tornar o macabro em algo fofinho e engraçado para crianças, como em Hotel Transilvânia (2012). Ainda vale destacar o restante de filmes de Drácula, o clássico baseado no livro de Anne Rice, Entrevista com o vampiro (1994), entre outros que fazem jus a febre.

nosfe

Mas como nem tudo é só Hollywood, para quem prefere narrativas mais alternativas, nesta terça-feira(17) em Natal começa a 10ª edição da Semana do Filme Cult cujo tema é sobre estes seres sobrenaturais que vos falo. Yay! A seleção de seis filmes que vão rolar até o dia 22 no Teatro de Cultura Popular (TCP) une o horror, o gore e até o risível em tramas que muitas vezes eram relegadas à faixa de programação da madrugada das televisões e de produção independente.

A Maldição do Demônio

O primeiro da lista é A Maldição do Demônio (Black Sunday), do italiano Mario Bava, filme de 1960 cuja história une bruxas queimadas na inquisição, mortos que ressuscitam e uma máscara de ferro que deixa a vampira (Barbara Steele) com vários buracos no rostinho maiores que os de catapora. Confira o trailer.

Não usem creme para espinhas vencido

Não usem creme para espinhas vencido

The Rape of the Vampire

The Rape of the Vampire (1968) de Jean Rollin é também o primeiro filme francês de vampiros e conta a história de quatro irmãs que estão certas de que são vampiras, e por isso um psicanalista vai até lá tentar curá-las dessa enfermidade. Também em preto e branco, parece ter bastante nudez e insinuações de lesbianismo. Veja aqui o trailer.

"Mas cê tá boa fia?"

“Mas cê tá boa fia?”

Sonhos Alucinantes

O filme de 1971 mistura fantasmas e vampirismo, ou será que tudo não passa de uma alucinação com uma moça ruiva saindo de um lago gelado? Se Jessica não está assustada pra valer eu já estou aqui me tremendo só com o trailer.

Amando meu Shiatsu facial

Amando meu Shiatsu facial

Fome de Viver – The Hunger

Outro que entrou na lista foi o Fome de Viver – The Hunger, clássico dos anos 80 do diretor Tony Scott, que conta com um elenco de estrelas como Susan Sarandon, Catherine Deneuve, Willem Dafoe e até David Bowie. O enredo conta a história de um triângulo amoroso entre uma humana (Sarandon) e dois vampiros (Bowie e Deneuve).

Aqui não está nada bem

Aqui não está nada bem

Subspecies – A Geração Vamp

Subspecies – A Geração Vamp (1992), de Ted Nicolau, tem o trailer recheado de animações de bonecos de demônio em massa de modelar e deve fazer parte da cota dos filmes de baixo orçamento. O trailer chega a ser fofinho de tão cômico.

Não é bolacha, é biscoito viu? Tem escrito no pacote.

Não é bolacha, é biscoito viu? Tem escrito no pacote.

O que fazemos nas sombras

No dia 22, último dia do evento, será exibido o filme O que fazemos nas sombras (2015), que é uma comédia neozelandesa feita no formato de mockumentary (filme de comédia apresentado em formato de documentário para zombar). A produção da Nova Zelândia conta a história de três vampiros que vão para noitadas e dividem o mesmo espaço.

Serviço:

X Semana do Filme Cult

Onde: Teatro de Cultura Popular, na Fundação José Augusto (Rua Jundiaí, 641, Tirol, Natal/RN)

Quando: 17 a 22 de maio, sempre às 19h

Programação completa em: https://www.facebook.com/cineclubenatal

Deixe um comentário

Your email address will not be published.