Thedy Corrêa autografa seu livro “Noite Ilustrada” em Natal

Thedy Rodrigues Corrêa Filho é um músico natural de Porto Alegre, que ficou conhecido pela sua banda Nenhum de Nós, da qual é o vocalista. Entretanto, a vinda dele para Natal se deu por motivos diferentes. O artista veio lançar seu terceiro livro, “Noite Ilustrada”. O evento aconteceu nas dependências da livraria Saraiva, no Midway Mall.

Em 2006, Thedy iniciou projetos paralelos de cunho literário, lançando três livros: “Bruto” (2006), “Livro de Astro-Ajuda” (2010) e “Noite Ilustrada” (2014). Thedy disse que sempre teve vontade de lançar um material, uma vez que o grupo sempre esteve envolvido com influência de grandes escritores.

“Eu fui amadurecendo a ideia até chegar o período em que tinha uma quantidade de textos que valia a pena reunir e publicar. Lancei o primeiro, as coisas começaram acontecer e eu passei a frequentar feiras de livros, eventos literários, e gostei da ideia”, afirmou.

Thedy Corrêa autografando o livro "Noite Ilustrada" (Foto: Lara Paiva)
Thedy Corrêa autografando o livro “Noite Ilustrada” (Foto: Lara Paiva)

Com isso, passou a ministrar palestras sobre o processo criativo em Feiras de Livros, escolas e universidades. No dia anterior ao lançamento, ele realizou uma palestra sobre a formação de seu trabalho literário. Além disso, o músico falou sobre as histórias por trás das canções.

A interação com o público foi grande. Isto foi perceptível durante a fila de autógrafos, quando pessoas entregavam CDs de bandas potiguares, livros e pediam para tirar fotos.

“Fiquei feliz de ter uma galera me esperando para a gente conversar e isso foi uma retribuição para quem mora no outro Rio Grande. Este é um sinal de que o tipo de coisa que eu faço ultrapassa as fronteiras”, comentou.

O livro “Noite Ilustrada” foi lançado no ano passado e fala sobre as saídas noturnas do autor e de seus amigos próximos. O projeto, publicado pela Editora Belas Letras, conta com várias ilustrações (em preto e branco) de diversos artistas renomados.

“Eu acho que todas as histórias me identificam um pouco. Porém a mais autobiográfica é sobre uma noite de Natal que passei no hospital com meu pai. Foi a última noite de Natal que passamos juntos. Uma espécie de despedida. Gosto de destacar o trabalho dos ilustradores, são meus amigos. Quando enviava os poemas, eles se inspiravam e faziam os desenhos”, relatou.

"", disse Thedy
“Fiquei feliz de ter uma galera me esperando para a gente conversar e isso foi uma retribuição para quem mora no outro Rio Grande”, disse Thedy

Ao ser questionado se consegue conciliar a carreira de escritor e músico, ele rapidamente respondeu: “O bom da literatura é poder fazer aonde a gente estiver. Seja em casa ou viajando, tendo aonde escrever e inspiração o livro acontece. Fico feliz, pois está me fazendo bem e para a banda. Isso reafirma a nossa relação com a literatura”.

Thedy está com novos projetos literários em mente. “Quero lançar mais, estou trabalhando paralelamente em dois ou três projetos”.