Vocalista do Mötorhead, Lemmy Kilmister, morre aos 70 anos

O vocalista e baixista da banda inglesa Motörhead, Lemmy Kilmister, morreu aos 70 anos em sua casa na noite desta segunda-feira (28), dois dias após o seu aniversário. O motivo de sua morte foi um câncer em que o cantor havia descoberto neste mesmo mês. A notícia oficial de sua morte foi dada pelo amigo e radialista, Eddie Trunk, em sua conta oficial no twitter.

Lemmy é o nome artístico de Ian Fraiser Kilmister. É adorado pelos seus fãs por sua postura roqueira, estilo de tocar e timbre de voz marcante. O apelido “Lemmy” seria pela época que era roadie e sempre pedia cinco libras emprestado, embora o próprio vocalista tenha dito em sua autobiografia, intitulada de “White Line Fever”, que já era chamado assim desde os 10 anos de idade.

Antes de ser músico, foi roadie do cantor e guitarrista Jimi Hendrix, tocou nas bandas Rockin’ Vickers e Sam Gopal. Também é conhecido pela sua passagem no Hawkwind, onde começou como roadie e depois ocupou o lugar do baixista que havia faltado no show, deixado o instrumento na van da banda.

Foi um dos ícones mais fortes do rock. Sua verruga e paixão por costelas, bebidas e cigarros eram sua marca registrada. O Motörhead ao todo tem 22 álbuns gravados,  sendo “Bad Magic”. O mais famoso disco do grupo é o “Ace Of Spades”, lançado em 1980.

Fica a nossa eterna saudade ao vocalista que teve uma contribuição enorme para a história do rock.