Os Coen: monstro de duas cabeças, que tem como habilidade especial criar inúmeras obras-primas na sétima arte. Mas, contudo, todavia, o cinema é uma arte coletiva. Eles escrevem, produzem, dirigem e editam todos seus filmes, como você viu na parte I do Especial sobre os Coen. Mas ainda falta outras coisas para finalizar o filme, por isso, eles criaram uma, como podemos dizer, Lista-Super-Foda de parcerias. Vamos, antes de tudo, aos atores:

John Turturro em Barton Fink

John Turturro, que é um dos atores prediletos dos irmãos, estrela quatro longas da dupla. Além do já citado na parte I, Barton Fink, ele também está hilario em “E, ai, meu Irmão, cadê você?” (2000). Em O Grande Lebowski, ele faz uma pequena participação, mas é provavelmente uma das coisas mais engraçadas que eu já vi. Turturro é Jesus Quitano em “Nobodys fucks with Jesus”, vejam essa cena abaixo e riam.

John Goodman estrela 5 filmes, sendo a sua atuação em O Grande Lebowski a mais inesquecível, ele é Walter Sobchak, um maluco que acha que tudo está conectado ao Vietnã.“Shut the fuck up, Donny”, se você viu o filme, se lembrará dessa citação.

John Goodman em O Grande Lebowski

Outro a sempre aparecer nos filmes dos Coen é o galã George Clonney. Clonney estrela três longas, longas que os Coen chamam, carinhosamente, de “A Trilogia dos Idiotas”. E, ai, meu Irmão, cade você? (2000), O Amor Custa Caro (2003) e Queime Depois de Ler (2008) são os filmes que formam a trilogia.

George Clonney em E, ai, meu irmão, cade você?

Para encerrar a turminha de atores vamos falar de Steve Buscemi. Além de ser o Mr. Pink em Caẽs de Aluguel, Buscemi está em 6 filmes dos Coen, sendo o que tem mais participações. Ele faz uma pequena participação em Barton Fink, mas é em Fargo (1996), na pele do bandido tagarela Carl Showalter, que ele iria ao céu, mas falaremos de Fargo mais tarde. Os Coen brincam que o personagem do Buscemi sempre morre em seus filmes.

Steve Buscemi em Fargo

Outro colaborador constante, agora por trás das câmeras, é o diretor de fotografia Roger Deakins. Deakins já colaborou com os Coen em 11 filmes, e 5 dessas vezes lhe renderam indicações ao Oscar mas, por incrível que pareça, este homem, que já acumula 10 indicações, nunca nesta vida ganhou aquela estatueta do homem careca e dourado.

O diretor de Fotografia, Roger Deakins

Carter Burwell é o compositor favorito da dupla dinâmica. Tendo composto a trilha para 14 filmes deles, quase todos. Uma das melhores é a de Fargo, um trechinho aqui para vocês, a abertura de Fargo:

Já com o clubinho formado, continuaremos o papo na Parte III, a última parte, onde falarei sobre aqueles dois filmes que são considerados as melhores obras dos Coen: Fargo e Onde Os Fracos Não Têm Vez.

Sobre o(a) autor(a)

Avatar

Acredita piamente que o Pink Floyd é a maior banda de todos os tempos e que ninguém canta melhor que o Robert Plant. Tem o Scorsese como ídolo máximo e sabe que ele transformará o DiCaprio no novo DeNiro. Com Goodfellas aprendeu as duas coisas mais importantes da vida: Nunca dedure seus amigos e mantenha a boca sempre fechada.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Your email address will not be published.